Seguir o O MINHO

Guimarães

Empresário galego fugido à Justiça e detido em Esposende vai ser extraditado

em

Foto: Joaquim Gomes / O MINHO

O empresário galego que era “um dos fugitivos mais procurados na Europa” e que foi detido na sexta-feira em Esposende vai ser extraditado e entregue a Espanha, disse hoje à Lusa o seu advogado oficioso.

Segundo Ricardo Cardoso, o empresário foi hoje ouvido no Tribunal da Relação de Guimarães e deu o seu consentimento à extradição para o seu país de origem.

“O processo de extradição deve estar concluído num prazo de cinco a dez dias”, acrescentou.

Até lá, o empresário ficará no Estabelecimento Prisional instalado junto da Polícia Judiciária do Porto.

As autoridades espanholas, com a colaboração das forças de segurança portuguesas, detiveram em Portugal “um dos fugitivos mais procurados na Europa”, responsável por um esquema que desviou mais de 11 milhões de euros ao fisco, segundo anunciou na segunda-feira a polícia do país vizinho.

Segundo a direção-geral da Polícia Nacional espanhola, o homem, de nacionalidade espanhola, foi localizado e detido na sexta-feira nas imediações de um restaurante em Belinho, Esposende.

“Agentes da Polícia Nacional, em cooperação com a Polícia Judiciária de Portugal e a Guarda Nacional Republicana portuguesa, prenderam um dos fugitivos mais procurados da Europa”, lê-se num comunicado de imprensa enviado para as redações.

O detido estava fugido desde julho de 2016, depois de ter sido condenado a seis anos de prisão por liderar uma rede criminosa que desviou mais de 11 milhões de euros à Agência Tributária espanhola.

Segundo Ricardo Cardoso, o empresário “tem uma série de processos com penas transitadas em julgado”, mas “ainda não há um cúmulo jurídico definido”.

A fotografia do até aqui fugitivo foi incluída em dezembro de 2016 na página “EU Most Wanted Fugitives” (fugitivos mais procurados na União Europeia” da Europol (polícia europeia).

Segundo a Polícia Nacional espanhola, a sua localização foi possível graças colaboração da rede policial ENFAST (rede europeia de equipas de busca ativa de fugitivos), que tem como objetivo alcançar uma maior eficácia no rastreio e detenção dos maiores criminosos procurados a nível internacional.

Anúncio

Ave

Guimarães permite esplanadas que poderão até ocupar lugares de estacionamento

Covid-19

em

Foto: Divulgação / CM Guimarães

A Câmara de Guimarães vai permitir a expansão dos estabelecimentos de restauração e bebidas para o exterior, com instalação de esplanadas que poderão mesmo ocupar lugares de estacionamento, anunciou hoje o município.

Em comunicado, o município acrescenta que vai prolongar até ao final do ano a isenção de taxas de ocupação do espaço público.

O objetivo é minimizar o impacto da redução da lotação dos estabelecimentos, no âmbito das medidas de desconfinamento decorrentes da pandemia de covid-19.

Quanto ao espaço físico a utilizar para a instalação de esplanadas, está previsto o aumento das áreas permitidas até um máximo de 100% do espaço licenciado.

Haverá atribuição “pontual e excecional” de licenças para instalação de esplanadas a estabelecimentos de restauração e bebidas e/ou de empreendimentos turísticos que de momento não dispõem destes equipamentos.

Será ainda possível, em determinadas situações e mediante a aferição das condições de circulação e de segurança, a ocupação de lugares de estacionamento com estrados para esplanadas.

Na zona do Largo da Oliveira e da Praça de Santiago, pelo seu “caráter especial” no que respeita à proteção do património, ao número de esplanadas existentes bem como à necessidade de serem criadas medidas de segurança e de corredores de circulação, será fornecida uma planta a cada estabelecimento com área de extensão possível, que terá em conta uma distribuição equitativa dos espaços atribuídos.

Está definido, ainda, no âmbito dos benefícios fiscais, a isenção do pagamento das taxas no que se refere à ocupação de espaço público com toldos e esplanadas até ao próximo dia 31 de dezembro, prolongando-se a medida já aprovada que era até 30 de junho.

Estas propostas, que vão ser votadas na reunião de segunda-feira, visam apoiar os estabelecimentos de restauração e bebidas, de forma a poderem privilegiar a utilização de espaços destinados aos clientes em áreas exteriores, como as esplanadas.

Os interessados devem preencher o formulário que será disponibilizado no site do município de Guimarães.

Portugal contabiliza 1.175 mortos associados à covid-19 em 28.132 casos confirmados de infeção, segundo o último boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS) sobre a pandemia.

O país entrou no dia 03 de maio em situação de calamidade devido à pandemia, depois de três períodos consecutivos em estado de emergência desde 19 de março.

Continuar a ler

Guimarães

Dois mil participantes no Convívio de Reis em Guimarães

Multiusos é o palco da iniciativa

em

Foto: DR

A Câmara Municipal de Guimarães, em colaboração com a Fraterna – Centro Comunitário de Solidariedade e de Integração Social, realiza esta sexta-feira, 04 de janeiro de 2019, entre as 12h30 e as 17h00, a edição deste ano do Convívio de Reis, que terá lugar no Multiusos de Guimarães, com a participação aproximada de dois mil idosos.

Este evento, dirigido a todos os portadores do Cartão Municipal do Idoso, consiste num almoço partilhado, pautado por vários momentos de animação, que visa a promoção do convívio entre os idosos do concelho de Guimarães.

O Convívio de Reis contempla as atuações do Grupo Infantil do Centro Social de Brito, Os Arca Social, Luizão Sampaio e Marco Génio.

Para a realização desta iniciativa regista-se ainda as parcerias com a Tempo Livre, várias IPSS de apoio à Terceira Idade e Juntas de Freguesia.

Continuar a ler

Destaque

Guimarães pioneira na mobilidade urbana sustentável

em

Foto: Arquivo

Guimarães é dos primeiros concelhos em Portugal a apresentar um Plano de Mobilidade Sustentável (PMUS) que visa definir novas prioridades na área da mobilidade, tendo em linha de conta os peões, a bicicleta, transportes públicos, uso eficiente do carro e os carros. “Mais cedo ou mais tarde, todas as cidades terão de ter um Plano de Mobilidade Sustentável e Guimarães já o tem elaborado, apesar de ser um documento aberto e sempre sujeito a alterações”, explicou Paula Teles, coordenadora do projeto elaborado pela empresa MobilidadePT.

(mais…)

Continuar a ler

Populares