Seguir o O MINHO

Ave

Empresário de Celorico de Basto morre aos 48 anos após luta contra a covid-19

Óbito

em

Foto: DR

Fernando Alves, natural de Celorico de Basto e proprietário do restaurante O Claudino, na cidade da Maia, perdeu a luta que iniciou há vários meses contra a covid-19, apurou O MINHO junto de fonte hospitalar.

Fernando chegou a estar em coma induzido durante várias semanas no Hospital de S. João, no Porto, acabando por sucumbir à doença neste sábado, quando entrou em paragem cardiorrespiratória sem possibilidade de reversão.

Fernando já não tinha covid-19 quando morreu, mas a complicação originada pela doença foi mais forte que o empresário e cozinheiro, acabando por permanecer e vencer a luta. Para além de complicações respiratórias, Fernando também apanhou uma infeção, que enfraqueceu o sistema imunitário.

O momento é de muita consternação, não só em Arnóia, de onde era natural, mas também na Maia, onde tinha muitos amigos e clientes que não dispensavam a sua ‘arte’ na cozinha.

Nas redes sociais, multiplicam-se os laivos de consternação por parte de quem bem o conhecia e até de desconhecidos, importunados com o acontecimento, sobretudo por Fernando ter apenas 48 anos.

A 01 de janeiro de 2021, Fernando escrevia na página de Facebook do restaurante que tinha sido detetado um caso positivo do novo coronavírus por entre o ‘staff’ e que, por isso, iria encerrar portas temporariamente.

Mas O Claudino nunca mais abriu. Depois dessa publicação que remonta ao primeiro dia do ano, já só surgiu uma nova publicação durante o dia de ontem, dando nota do trágico acontecimento.

Fernando Alves era casado e pai de uma filha menor de idade.

As cerimónias fúnebres realizam-se esta segunda-feira, a partir das 17:30 horas, na Igreja Paroquial de Arnóia, em Celorico de Basto, e estão limitadas à presença de familiares mais próximos face às normas sanitárias em vigor.

Populares