Seguir o O MINHO

Ponte de Lima

Empresa de Ponte de Lima recebe prestigiado prémio e investe na expansão da marca

em

Foi há precisamente seis anos que Eduardo Calheiros teve pela primeira vez a ideia de criar a MedicalShop. Inicialmente uma loja online, capaz de vender produtos de saúde e bem-estar. A ambição e o saber fazer levaram-no mais longe. Fez o trajeto inverso, quer isto dizer que, apostou no online e só mais tarde em loja física. Um avanço que por si só, já perspetiva o valor e o atrevimento deste empresário.

Há bem pouco tempo, em Lisboa, a sua empresa foi premiada como Melhor Site/App Saúde & Bem-Estar na edição 2017 dos prémios ACEPI Navegantes XXI, uma iniciativa que visa promover e desenvolver a Economia Digital em Portugal.

Em conversa com O MINHO, o reconhecimento de um trabalho por especialistas do digital é para Eduardo, motivo de satisfação: “A sensação de receber tão honroso prémio é uma alegria enorme, mas também uma grande responsabilidade… este prémio coloca em nós uma pressão saudável para fazermos mais e melhor, para continuar a satisfazer os nossos clientes. Mas ao mesmo tempo, atribui credibilidade, porque ser distinguido por um júri de tal reputação, que nos avaliou e testou exaustivamente em parâmetros como conteúdo, imagem, contributo para a saúde e bem-estar em Portugal.. São especialistas do digital e em particular do e-commerce, fomos testados exaustivamente e estamos portanto, orgulhosos e convictos que é este o caminho certo”.

O prémio veio confirmar ao público o sucesso da empresa que comercializa equipamentos e produtos médicos ao consumidor final, profissionais da saúde e instituições.

Fazemos tudo de Ponte de Lima para o Mundo. É um projeto que inicialmente sempre me disseram para implementar em grandes cidades como Braga, Porto ou Lisboa, porque Ponte de Lima seria pequeno, mas a verdade é que a partir da vila minhota também se fazem bons projetos e a prova está à vista“.

O prémio fala por si mas os números evidenciam o sucesso: “Temos cerca de oito mil clientes particulares online e perto de 900 instituições que confiam na MedicalShop, todos os meses. Além do crescimento a rondar os 100% anuais, temos muitas compras repetidas dos nossos clientes. Esta situação em particular deixa-nos muito satisfeitos porque significa que estão a ter uma boa experiência com os nossos serviços”, explica o CEO da MedicalShop.

As vendas têm vindo a crescer a cada ano com maior ênfase para a região de Lisboa, Porto, Braga e Coimbra mas existem já clientes de vários países da União Europeia.

“Temos uma enorme preocupação com a comunicação na nossa loja on-line. Dado que não há o tradicional contato físico com o cliente, temos o cuidado de dar a conhecer ao pormenor o produto. Quando surgem algumas hesitações estamos disponíveis para responder através de vários canais de atendimento: via chat, telefone e email. Estes detalhes fazem toda a diferença no momento dos nossos clientes tomarem uma decisão, pois o nosso foco é encontrar as melhores soluções para cada cliente, com todas as suas especificidades. Queremos que a experiência de compra online seja fantástica, que haja o menos ruído possível e toda a segurança. E aqui, a segurança no processo de compra tem sido um dos principais investimentos da empresa no projeto da loja online. Contamos com parceiros especialistas do melhor que há no mundo”, explica ao O MINHO Eduardo Calheiros.

A MedicalShop trabalha com as principais marcas mundiais e possui ainda uma marca própria. Atualmente e devido ao crescimento do projeto a estratégia passa pelo conceito de franchising: “O nosso novo conceito surgiu através de alguns clientes que visitavam a loja física em Ponte de Lima e gostavam da nossa imagem. Com esta solução conseguimos ter alguém conhecedor de determinada zona do país, das pessoas, das instituições, mas principalmente que possa ter um contato permanente com a população local e esteja atento às necessidades específicas de cada pessoa ou instituição, conseguindo assim replicar na sua zona, o modelo já testado e aprovado em Ponte de Lima”.

A verdade é que a sugestão dos clientes já está em marcha. O primeiro franchising já abriu em Valença e estão previstos para breve mais dois, um no distrito de Braga e outro no Porto.

Eduardo adianta que há já também conversações para Setúbal, Lisboa, Leiria e região do Alentejo e Algarve: “Não procuramos quantidade, queremos qualidade. Acima de tudo procuramos pessoas com espírito de parceria para aumentar a família MedicalShop, um parceiro fiável e duradouro“.

E para que a expansão aconteça nas melhores condições, Eduardo explica ao O MINHO que “a formação inicial e contínua é obrigatória e fundamental para o sucesso de cada nova loja, por isso, demos primazia ao Norte, nesta primeira fase de novas lojas MedicalShop, sendo o acompanhamento e aconselhamento fundamental numa fase inicial de abertura”.

Atribuído o prémio de melhor APP/Site na área da Saúde e Bem-estar, Eduardo Calheiros não esquece a importância da dualidade entre o online e o físico: “O binómio online e físico veio para ficar. As vantagens são imensas, os nossos clientes têm a liberdade de escolher o canal que mais se adequa às suas necessidades. Podem mesmo utilizar os dois, seja por exemplo, através de compras online e levantamento na loja da sua residência, compra na loja e oferta de alguma campanha na loja online, ou eventualmente, fazer alguma troca ou devolução através do canal que for mais conveniente. O potencial é enorme e acreditamos que será vantajoso para todas as partes”.

O próximo passo da MedicalShop será preparar terreno para a entrada noutros mercados: “Portugal é interessantíssimo e queremos ser referência, mas é um mercado pequeno, a curto prazo, a MedicalShop quer alargar as línguas disponíveis no site e começar a vender para a Europa contando com o apoio dos bons fabricantes portugueses para aumentar as nossas exportações”, conclui Eduardo Calheiros.

Populares