Seguir o O MINHO

Ave

Empresa de Vizela apresenta nova marca, em Milão, após despedimento de 150 trabalhadores

Sindicato afirma-se “indignado” com a situação

em

Foto: Arquivo

A empresa de calçado Alberto Sousa, Lda, ligada à Eureka Shoes, que cessou funções, na última terça-feira, apresentou uma nova marca na feira de calçado de Milão (MICAM), adiantou o Jornal de Notícias.

O encerramento desta unidade fabril resultou no desemprego de 150 trabalhadores que até ao momento esperam o administrador da insolvência para receber o formulário que lhes dará acesso ao subsídio de desemprego.

A nova marca, com o nome E S C, apresenta a mesma morada da empresa Alberto Sousa, Lda embora se apresente com esta nova denominação social.

Segundo o Jornal de Notícias  a administração da empresa está incontactável.

Aida Sá, do Sindicato do Calçado, Malas e Afins Componentes, Formas e Curtumes do Minho e Trás-os-Montes, refere que os trabalhadores terão participado numa reunião com a administração onde lhes foi justificado o encerramento por “motivos de ordem económica”. Neste encontro foi também fornecido aos operários a sua carta de dispensa ao serviço com efeitos a partir da última terça-feira.

Os mesmos motivos levaram a que a empresa não entregasse, para já, o formulário numero 5044 aos trabalhadores que permite a ativação do subsidio de desemprego.

Nas contas da dirigente sindical, o encerramento da fábrica de Vizela aponta para cerca “150 a 180” trabalhadores despedidos, aos quais se juntam os funcionários da rede de 13 lojas, também encerradas, totalizando “cerca de 300 pessoas”.

Aida Sá refere ainda a “indignação” feita sentir por esta situação, já que, havia um plano de recuperação em curso, desde 2019, para apoio desta firma que padecia de dívidas no valor 22 milhões de euros a mais de 600 credores.

 

 

 

Populares