Seguir o O MINHO

Famalicão

Empresa de Famalicão quer expandir entrega de refeições caseiras para Madrid

Com crescimento exponencial e previsão de faturação recorde em 2019, a EatTasty é uma das startups mais bem sucedidas em Portugal

em

Foto: Divulgação / Famalicão MadeIN

Uma empresa sediada em Vila Nova de Famalicão, especializada na confeção e entrega de almoços caseiros, vai passar a operar também em Madrid para “provar que o modelo de negócio é escalável”, destacou hoje a câmara famalicense.

Em comunicado enviado à agência Lusa, a autarquia refere que o EatTasty, nome da empresa que embora tenha origem no Minho só atua na área da grande Lisboa, teve um “impressionante registo de crescimento de 434% entre abril de 2018 e março de 2019 e previsão de faturação recorde”.

Segundo a autarquia, a empresa “marca pela diferença” no negócio de confeção e entrega de almoços caseiros no local de trabalho e quer duplicar a atual equipa de oito colaboradores para começar a operar no mercado madrileno, a partir do terceiro trimestre de 2019.

“Decidimos aventurar-nos em Madrid porque queremos provar que o nosso modelo de negócio é escalável. O nosso sonho é tornar a EatTasty numa empresa internacional e ter pessoas dos quatro cantos do mundo a deliciarem-se com a nossa comida”, afirma no texto um dos fundadores da empresa, Rui Costa.

Segundo responsável as previsões para 2019 apontam para um volume de negócios superior a um milhão de euros.

A EatTasty serve mais de 600 refeições todos os dias, na área da Grande Lisboa, mas, aponta a câmara de Famalicão em Madrid quer alcançar as mil refeições diárias, “muito rapidamente”. “É muito gratificante vermos a empresa com um crescimento assinalável. Só nos dois primeiros meses deste ano vendemos cerca de 23 mil refeições, quatro vezes mais do que no mesmo período do ano passado”, sublinha Rui Costa.

“Ao longo dos três anos de existência, a empresa de Rui Costa e Orlando Lopes já vendeu mais de 140 mil refeições e conta com um investimento superior a 370 mil euros”, lê-se.

O comunicado desenvolve ainda que “o conceito e modelo de negócio são inovadores. Todas as receitas são criadas por um ‘chef’ e produzidas com ingredientes frescos em cozinhas certificadas”, sendo que as encomendas podem ser feitas do site ou através da app.

Anúncio

Ave

Homem morre atropelado numa passadeira em Famalicão

Em Calendário

em

Foto: Facebook de BV Famalicenses

Um homem morreu, este domingo à noite, na sequência dos ferimentos sofridos após ter sido atropelado numa passadeira, na freguesia de Calendário, em Vila Nova de Famalicão.

A vítima, com cerca 60 anos, foi socorrida no local, na rua de São Julião, depois das 20:13 (hora do alerta), onde viria a ser declarado o óbito.

O condutor do veículo foi transportado em estado de choque para o hospital.

De acordo com informações da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), prestaram socorro oito operacionais, auxiliados por quatro meios de socorro.

O cadáver foi levado para a morgue do hospital de Famalicão.

 

 

Continuar a ler

Famalicão

Famalicão deu as boas-vindas à International Week

Liverpool, Lille, Saint-Fargeau-Ponthierry, Givors, Arteixo entre outras cidades presentes em Famalicão

em

Foto: Divulgação / CM Famalicão

A autarquia famalicense assinou esta quinta-feira um protocolo de cooperação com a Hope University de Liverpool que estabelece a promoção de um programa de estágios para alunos desta instituição universitária inglesa em empresas e organizações famalicenses, sobretudo, nas áreas do têxtil e vestuário.

O acordo foi assinado esta quinta-feira de manhã pelo presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, e uma das responsáveis da Hope University Janice Egerton, na sessão inaugural da International Week que se realizou nos Paços do Concelho.

Este é, de resto, um dos vários protocolos de cooperação que vão ser assinados ao longo dos próximos dias. É que até dia 24 de outubro a International Week traz à cidade comitivas internacionais de origens diversas, nomeadamente de Liverpool, Lille, Saint-Fargeau-Ponthierry, Givors, Arteixo entre outras cidades com as quais a cooperação é mais intensa.

As comitivas são compostas por eleitos locais, representantes institucionais, académicos, empresários, câmaras de comércio e indústria, bem como diplomatas com vista ao aprofundamento da cooperação institucional, cultural e económica.

Tudo, explica Paulo Cunha, para “dar escala àquilo que é Famalicão”.

“Sabemos que com este tipo de atividades os famalicenses, as nossas empresas, associações e escolas são guindadas para o plano internacional e passam a alcançar patamares que vão trazer frutos para Vila Nova de Famalicão”, referiu.

O edil acrescentou ainda que a autarquia “não está apenas focada no que se está a fazer de novo” e que por essa razão assinou também hoje um acordo de renovação da ligação que mantém há 30 anos com a cidade francesa de Saint-Fargeau-Ponthierry. “Estamos a dizer que a história está a ser respeitada e a dar um sinal de que queremos fazer laços sólidos e duradouros no tempo”.

Refira-se ainda que a cerimónia desta manhã contou com a presença de altos representantes de 15 países dos quatro continentes, entre os quais o Vice Mayor de Liverpool, Gary Miller, o embaixador de Angola, Carlos Alberto Fonseca, a embaixadora da Bélgica, Geneviéve Renaux, e a embaixadora da Ucrânia, Inna Ohnivets.

Continuar a ler

Famalicão

Mulher de 45 anos terá sido violada em Famalicão

Em Portela

em

Foto: O MINHO

Uma mulher com cerca de 45 anos terá sido violada, esta tarde, na freguesia da Portela, em Famalicão, disse a O MINHO fonte da GNR.

O alerta foi dado pelas 15:29 para a rua de Magãe, em Portela, mobilizando uma ambulância dos Bombeiros Famalicenses e a GNR. Foi dado por assistentes sociais que efetuavam os habituais serviços de higiene na vítima, acamada, e notaram algo fora do vulgar.

A vítima, que agia de forma diferente e estava bastante assustada, foi transportada para o Hospital de Braga para exames médicos e confirmação da suposta agressão sexual consumada.

Duas equipas da Polícia Judiciária encontram-se a investigar a ocorrência, uma no hospital e outra no local do crime.

Ao que O MINHO apurou, a alegada vítima estará acamada há algum tempo, sofrendo de uma patologia limitadora que a impede de falar.

Ainda não há detidos.

Notícia atualizada às 22h07

Continuar a ler

Populares