Seguir o O MINHO

Barcelos

Empresa de Barcelos consegue investimento para sistema inovador de limpeza de painéis solares e vidros

No horizonte está a aposta na expansão para mercados internacionais

em

Foto: DR

A ChemiTek, sediada em Aldreu, Barcelos e startup da comunidade da Startup Braga, fechou uma ronda de investimento que permitirá alavancar com a produção de coatings inovadores para a manutenção e proteção de vários materiais, em especial os painéis solares.

O investimento, liderado pela Portugal Ventures, conta com o fundo de investimentos SBS – Investimentos em Startups, a BrainCapital e Nelp Five e servirá para que a startup possa avançar com a produção e consolidação dos seus produtos core. No horizonte está a aposta na expansão para mercados internacionais.

A startup barcelense, que desenvolveu soluções revolucionárias para a remoção de detritos e proteção contra a sujidade de painéis solares e vidros, garante que a aplicação dos seus produtos nas superfícies garantirá a limpeza das mesmas durante mais tempo.

“Ninguém gosta de vidros sujos e muito menos do trabalho de os estar sempre a limpar”, sublinha César Martins, CEO da startup.

Com 70 mil painéis solares a serem instalados a cada hora em todo o mundo, César Martins acredita que a proposta de valor da ChemiTek será uma grande aliada na hora de garantir a salubridade destas superfícies produtoras de energia, reduzindo as perdas de energia provocadas pela sujidade no parque solar.

Ainda que, numa fase inicial, a ChemiTek se foque no mercado dos painéis solares, os produtos desenvolvidos pela startup poderão ser aplicados nos vidros utilizados nas fachadas de edifícios, reduzindo os gastos associados à limpeza dos mesmos.

Recorde-se que a ChemiTek foi uma das startups com avaliação positiva no programa de pré-aceleração promovido pela Startup Braga em 2018, bem como no programa de aceleração promovido pelo INL em conjunto com o hub de inovação da Invest Braga, FUEL.

Anúncio

Barcelos

Mítica discoteca Vaticano, em Barcelos, anuncia encerramento

21 anos depois da abertura

em

Foto: DR /Arquivo

A discoteca Vaticano, em Barcelos, vai encerrar, 21 anos após a sua abertura, anunciaram hoje os proprietários.

Numa nota divulgada no Facebook, os responsáveis por aquele mítico espaço de diversão justificam o fecho com problemas judiciais.

“Durante quatro anos lutámos junto dos tribunais contra forças contrárias que pretendiam o encerramento do espaço, sempre sem sucesso”, refere aquela nota, acrescentando que , os proprietários, foram “apanhados de surpresa num negócio imobiliário envolvido nesta decisão, e tentamos por todos os meios reverter esta situação , o qual não foi possível”.

Inaugurada em 1999, na rua Cândido da Cunha, junto ao Parque da Cidade de Barcelos, a Vaticano foi “local de culto”, muito conhecido entre os notívagos da região Norte, nomeadamente pela presença de grandes DJ’s nacionais e internacionais – como, por exemplo, DJ Vibe.

“Poucos espaços nocturnos se podem orgulhar de atingir tão grande longevidade”, assinala a gerência do espaço.

Continuar a ler

Barcelos

Homem detido em Barcelos para cumprimento de pena de prisão

Homem de 52 anos

em

Foto: O MINHO

A PSP anunciou, esta quinta-feira, a detenção, em Barcelos, de um homem de 52 anos de idade.

Tinha pendente um mandado para cumprir pena de prisão.

Em comunicado, a PSP refere que o homem foi detido na quarta-feira.

Foi conduzido ao Estabelecimento Prisional de Viana do Castelo.

Continuar a ler

Barcelos

Detido por tráfico de droga em Barcelos

Na freguesia de Lijó

em

Foto: DR / Arquivo

Um jovem, de 22 anos, foi detido na quarta-feira por suspeitas de tráfico de estupefacientes, na freguesia de Lijó, em Barcelos, anunciou a GNR.

Em comunicado, aquela guarda dá conta de que o jovem estaria dentro de uma viatura, junto ao campo de futebol de Lijó, quando foi abordado pelos militares.

Como furtaram a carrinha do clube há poucos dias, a GNR resolveu fiscalizar a viatura em causa, de forma a “descartar a possibilidade de um novo furto naquele local”.

Não foram encontrados indícios do crime de furto, mas o jovem estaria na posse de 192 doses individuais de haxixe e 25 de canábis.

O detido foi constituído arguido e os factos remetidos ao Tribunal Judicial de Braga.

Continuar a ler

Populares