Seguir o O MINHO

Viana do Castelo

Emigrante de Viana em França vem de férias a Portugal de bicicleta

Cândido Pereira é natural de Deocriste

em

Foto: DR

Muita vontade, perseverança e ainda mais quilómetros de estrada. Cândido Pereira, natural de Deocriste, em Viana do Castelo, emigrando em França, resolveu pegar na bicicleta (e no atrelado com todos os itens para a viagem) e regressar este verão à terra que o viu nascer.

Partiu no passado sábado da comuna francesa de Viry-Chatillon, situada a cerca de 21 quilómetros de Paris, e, esta terça-feira, já se encontrava em território espanhol, depois de passar junto aos Pirinéus, na cidade de Handaya (que é germinada com Viana do Castelo).

Foto: DR

Hendaya. Foto. Cândido Oliveira

A viagem é desgastante e acarreta bastantes despesas, por levar mais de dez dias. Apesar de ser ajudado por amigos durante o caminho, até com direito a banho numa piscina, Cândido leva consigo uma tenda de campismo que utilizou várias vezes para pernoitar, vivenciando o espírito aventureiro que o caracteriza, mas também porque existem locais onde não conseguiu encontrar alojamento.

Foto: Cândido Pereira

A esposa, Anabela, tem deixado relatos diários das peripécias do benfiquista (sim, porque Cândido faz questão de ostentar a sua camisola do Benfica em grande parte da viagem), que se encontra bem e animado com a proximidade de entrada em território nacional.

Cândido Pereira aproveita a piscina antes de entrar em Espanha. Foto: DR

Cândido Pereira come pequeno almoço francês antes de entrar em Espanha. Foto: DR

A média percorrido por cada dia excede os 100 quilómetros. Em alguns locais onde o percurso é acidentado e com subidas íngremes, como o foi entre Cognac e Bordéus, onde o máximo atingido foram os 80 quilómetros ao fim de cerca de 12 horas diárias de ‘pedalada’. Houve no entanto um dia (passada sexta-feira) em que Cândido percorreu 170 quilómetros, adiantando assim o cronómetro da hora de chegada.

 

Hendaye

As estimativas do português apontam a próxima terça-feira (de hoje a oito dias) para voltar a ver o mar, o rio e a montanha de Viana do Castelo, completando assim os cerca de 1.600 quilómetros entre as duas localidades que lhe guardam o coração.

Populares