Seguir o O MINHO
[the_ad id='438601']

Viana do Castelo

Em Viana há um projeto que ajuda jovens com autismo a arranjar emprego

Três já têm contrato

em

Foto: Joca Fotógrafos / O MINHO

Em dois anos, o projeto Campus AMA, em Viana do Castelo, acompanhou 12 jovens com autismo para os ajudar a integrarem-se no mundo do trabalho.

Três já estão no mercado laboral com contratos de trabalho; outro encontra-se em período experimental; dois entraram no ensino superior; outros dois estão em formação profissional pelo IEFP; e quatro em vias de serem integrados no mercado laboral (dois em câmaras e dois em instituições particulares).

É este o balanço de dois anos de atividade do projeto, desenvolvido pela Fundação AMA Autismo e cofinanciado pelo Portugal 2020.

Foto: Joca Fotógrafos / O MINHO

Foto: Joca Fotógrafos / O MINHO

Foto: Joca Fotógrafos / O MINHO

Em declarçaões a O MINHO, Judite Ferreira, técnica do projeto, analisa que a recetividade das empresas para acolher os jovens com autismo tem sido “boa”, principalmente junto daquelas que já estão sensibilizadas.

“Temos sido contactados por empresas que já têm sensisbildiade e interesse. Nos casos em que somos nós a procurar, quando existe apetência do jovem para a área específica, é mais complicado”, nota Judite Ferreira, salienta que ainda há “um trabalho muito longo a ser feito” na questão da sensibilização.

Foto: Joca Fotógrafos / O MINHO

Foto: Joca Fotógrafos / O MINHO

Foto: Joca Fotógrafos / O MINHO

O Campus AMA é o único projeto na zona Norte direcionado para a empregabilidade de jovens com Perturbação do Espectro do Autismo.

Aceita inscrições de jovens de todo o distrito de Viana do Castelo e dos concelhos de Esposende e Barcelos.

O projeto, financiado, deverá acabar em 2023 mas é vontade Fundação AMA continuar a promover a integração de jovens com autismo no mercado de trabalho.

Foto: Joca Fotógrafos / O MINHO

Foto: Joca Fotógrafos / O MINHO

No Campus AMA é implementado um trabalho de raiz onde são estimuladas competências relacionadas com a autonomia funcional, social e comunicacional, importantes para a integração no mercado de trabalho.

É ainda desenvolvido um acompanhamento direto no local de trabalho, adaptando tanto as condições de trabalho, como providenciando formação a todos os colaboradores da empresa diretamente envolvidos.

Foto: Joca Fotógrafos / O MINHO

Foto: Joca Fotógrafos / O MINHO

Como forma de apresentar às famílias e amigos o trabalho desenvolvido ao longo destes dois anos de existência, foi feita uma apresentação, na segunda-feira, por parte de alguns dos jovens que integram este projeto, onde mostraram a suas principais dificuldades em diversos momentos relacionados com o emprego, desde a formação profissional, procura de emprego e a integração no local de trabalho.

EM FOCO

Populares