Seguir o O MINHO

Viana do Castelo

Elevador de Santa Luzia, em Viana, festeja hoje 98 anos de “sobe e desce”

Efeméride

em

Foto: DR

Foi a 02 de junho de 1923, através da Empreza do Elevador de Santa Luzia, que o conhecido funicular fez a sua viagem inaugural, após iniciativa do empresário e engenheiro portuense Bernardo Pinto Abrunhosa.

Distinguido com o prémio de Infraestrutura Ferroviária do Ano 2013 e com o mesmo certificado em 2014, vence um desnível de 160 metros, em seis a sete minutos, na mais longa viagem de funicular a nível nacional, com os seus 650 metros.

Entre 18 de agosto e 31 de outubro de 1944, os Serviços Municipalizados de Viana do Castelo asseguraram a exploração, com caráter provisório e, em 1945, foi alvo de trabalhos de reparação.

A 28 de janeiro de 2005, o funicular foi transferido para o domínio público do Município de Viana do Castelo e, em meados de 2005, foi alvo de uma empreitada de 2,28 milhões de euros, com a renovação da linha, recuperação dos muros que a ladeiam e a instalação de duas modernas carruagens, com lotação para 25 pessoas, 12 sentadas e 13 em pé.

De acordo com autarquia, o elevador que liga Viana do Castelo ao templo de Santa Luzia, contíguo à cidade, evitou que 433 mil veículos subissem o monte em seis anos de funcionamento daquele equipamento municipal.

O vereador responsável pela mobilidade, Luís Nobre, estimou que, entre 2014 e 2019, o funcionamento do elevador tenha evitado, por dia, a subida ao monte de 100 veículos, transportando cerca 300 pessoas.

Aquele equipamento é uma das formas de aceder ao santuário. Além do acesso automóvel, é também possível chegar ao topo de Santa Luzia pelos cerca de 650 degraus do escadório, quase paralelo ao elevador.

Populares