Seguir o O MINHO

Braga

Jovens políticos de Braga discutem futuro em novo ‘podcast’

“REpartido”

em

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

Três elementos afetos a estruturas partidárias do concelho de Braga vão iniciar um podcast semanal, com início nesta terça-feira, para discutir “o futuro de Braga, da região e do país” e também para “combate a falta de literária política na comunidade”.

Francisco Mota (dirigente nacional do CDS), Diogo Cunha (líder da JS de Braga) e João Ferreira (dirigente da JSD) compõe o painel fixo para as futuras discussões moderadas por José Dias.

“Este podcast acontecerá semanalmente, às terças-feiras, às 21:30, nas plataformas digitais Facebook e Instagram, na página do projeto, REpartido”, escreve a produção em comunicado enviado à imprensa.

Já quanto ao projeto, “procura reunir amigos que tem uma visão destinta da sociedade e do caminho a traçar para alcançar o amanhã”.

Segundo o moderador do projeto, José Dias, o projeto tem potencial “porque é uma efetiva necessidade da comunidade, em particular dos jovens”.

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

“Poder promover e consciencializar para o pensamento crítico e reflexão política através do nosso podcast é absolutamente gratificante”, afirma.

Para Francisco Mota, ex líder da Juventude Popular e dirigente nacional do CDS-PP, “a maior motivação para este projeto é a paixão que tenho à nossa Braga e o amor a Portugal”.

O centrista considera que esta geração “tem a obrigação moral de ser um agente de mudança e de sermos parte ativa na reabilitação da sociedade em que vivemos”.

“É hora de devolvermos a esperança num país melhor, centrarmos a ação política no personalismo e no respeito pela dignidade humana, colocando a pessoa no centro da nossa atividade”. É urgente responder aos Portugueses”, conclui Francisco Mota.

Diogo Cunha, líder da JS de Braga, autarca e coordenador nacional dos jovens autarcas socialistas salienta que “os problemas do dia-a-dia das pessoas nem sempre são as prioridades dos políticos”.

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

Para o jovem socialista “o Repartido, vem de repartir, e é por isso que aceitei o convite desde a primeira hora” para “contribuir com a minha opinião para a resolução dos problemas das pessoas”.

João Ferreira, dirigente da JSD e autarca da mesma estrutura considera que a “independência e partilha são valores que devem estar sempre relacionados com a vida política e cívica”.

“Neste projeto essas realidades estão muito presentes” pelo que “a importância de debater, de conversar sobre assuntos que estão na ordem do dia e de respeitar e pensar sob pontos de vista diferentes faz com que este podcast seja algo diferente, premente e capaz de apelar a todo o tipo de público, atraindo principalmente os jovens para o centro do diálogo”.

Para João Ferreira, “é um contributo pessoal de cada um de nós para a democracia e a vida em sociedade.”

O podcast vai para o ar, pela primeira vez, esta terça feira, pelas 21:30.

Populares