Seguir o O MINHO

Famalicão

Educação Artística. Mais de 100 crianças e jovens participam no ARTcamp 2018 em Famalicão

em

Foto: Divulgação / A Casa ao Lado

São mais de 100 as crianças e jovens que, em julho e agosto, participam na estreia do ARTcamp 2018, projeto inovador no campo da Educação Artística em Portugal e que transformou uma quinta de Famalicão, em Requião, num espaço que “potencia a criatividade, a expressão individual e a capacidade de representação gráfica”.

Implementado pel’A Casa Ao Lado, centro artístico que, desde 2005 tem desempenhado um papel ativo na dinamização cultural da cidade, o conceito do projeto ARTcamp 2018 – diz a organização – “assume uma vocação pedagógica, recorrendo às diferentes expressões artísticas para dar largas à criatividade dos mais jovens”.

“O programa do ARTcamp 2018 proporciona atividades do campo artístico tão diversas como a pintura de murais, escultura e modelação de peças em barro, passando pela azulejaria, pirogravura e até Land Art, uma técnica em que os elementos presentes no meio ambiente são trabalhados de forma a que as obras de arte produzidas se integrem na própria Natureza”, conta Ricardo Miranda, diretor artístico d’A Casa Ao Lado’.

De palmo e meio e Jovens artistas

A partir deste domingo, 15 de julho, a Quinta d’A Casa Ao Lado abre as portas aos primeiros “artistas”, que serão divididos em dois grupos – Artistas de palmo e meio (dos 6 aos 11 anos) e Jovens artistas (dos 12 aos 16 anos). O programa terá a duração de cinco dias e, até ao final de agosto, a quinta acolhe, todas as semanas, novos grupos de crianças e jovens.

“Procuramos alertar as nossas crianças e jovens para as realidades que existem à sua volta, fomentando as suas capacidades interventivas para as transformar, desenvolvendo um espírito crítico e criativo”, explica Ricardo Miranda.

Entre outras atividades, os programas semanais do ARTcamp 2018 incluem uma caminhada cultural de 5 Km’s, de Requião à Pousada de Saramagos, sessões de oficina dedicadas à aprendizagem e experimentação das técnicas utilizadas por artistas nacionais contemporâneos, como o grafitter Vhils e o artista de rua Bordalo II, e visitas à Fundação José Rodrigues e à Fundação Castro Alves.

Anúncio

Ave

Famalicão cancela Marchas Antoninas

Devido à pandemia

Foto: Divulgação / CM Famalicão

A Câmara de Vila Nova de Famalicão anunciou hoje o cancelamento da edição deste ano das Marchas Antoninas, por falta de condições para a preparação e ensaios, na sequência das limitações impostas pela pandemia da Covid-19.

Em comunicado, a Câmara sublinha que a decisão de cancelar o “momento alto” das Festas Antoninas, que se realizam em junho, “não significa o total cancelamento de todo o programa cultural e desportivo da edição deste ano, cuja realização será posteriormente avaliada pelo executivo municipal consoante a evolução da pandemia”.

Refira-se ainda que, da reunião com as cerca de 15 Instituições/associações que participam nas Marchas Antoninas, que decorreu no passado dia 13 de janeiro, o tema do desfile para 2022 será o mesmo que tinha sido aprovado para 2020 e adiado para 2021: “Jornais de Vila Nova”.

Continuar a ler

Ave

GNR resgata cão em perigo na rua em Famalicão

Ficou ao cuidado do canil municipal

Foto: GNR

A GNR resgatou um cão “que se encontra em perigo e a vaguear pela via pública” em Lousado, no concelho de Famalicão.

Numa publicação na sua página de Facebook, o Comando Territorial de Braga adianta que o animal “ficou ao cuidado do canil municipal de Famalicão” e “não possui chip de identificação”.

Já na quarta-feira passada, a GNR resgatou um cão com início de hipotermia em Landim, também no concelho de Famalicão.

O animal terá caído de uma altura de três metros, ficando preso entre um muro e a cobertura de um parque de estacionamento, desconhecendo-se o tempo em que ali esteve.

GNR resgata cão que estava em princípio de hipotermia em Famalicão

A GNR, através do Serviço da Proteção da Natureza e do Ambiente, tem como preocupação diária “a proteção dos animais, apelando à denúncia de eventuais situações de maus-tratos ou abandono”.

Para o efeito, poderá ser utilizada a Linha SOS Ambiente e Território (808 200 520) funcionando em permanência para a denúncia de infrações ou esclarecimento de dúvidas.

Continuar a ler

Ave

Quatro feridos após rixa na via pública em Famalicão

Em Telhado

Foto: O MINHO / Arquivo

Quatro pessoas sofreram ferimentos na sequência de agressões na via pública no concelho de Famalicão, este domingo, apurou O MINHO junto de fonte dos bombeiros.

A situação ocorreu ao início desta tarde na Rua do Monte, freguesia de Telhado, com o alerta para as autoridades a ser dado pelas 14:26.

Sem especificar os motivos da altercação, ou sequer porque estariam pessoas na via pública durante o confinamento geral, o pedido de auxílio mobilizou três ambulâncias dos Bombeiros Famalicenses e duas viaturas da GNR.

Os feridos, todos ‘ligeiros’, foram encaminhados para o Hospital de Famalicão com hematomas e escoriações.

As forças de segurança estão a apurar o que terá originado as agressões.

Continuar a ler

Populares