Seguir o O MINHO

Futebol

“É uma luta muito difícil”

Vítor Oliveira

em

Foto: Paulo Jorge Magalhaes / O MINHO

Declarações no final do encontro Sporting-Gil Vicente (2-1), da 29.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, disputado no Estádio José Alvalade:


– Vítor Oliveira (treinador do Gil Vicente): “Penso que se tivéssemos marcado mais cedo podíamos ter perturbado a equipa do Sporting. Não foi possível, penso que a vitória foi justa – e é sempre justa porque o resultado reflete os golos marcados -, mas foi um jogo dividido, em que criámos três ou quatro ocasiões. O Sporting, a meio da segunda parte, teve também um período em que podia ter fechado o jogo. Teve um sabor um bocadinho amargo, porque fizemos talvez o suficiente para conseguir outro resultado.

[Sobre as contas da manutenção na I Liga] É uma luta muito difícil para as sete equipas, temos consciência de que ainda não está resolvido. Nós vamos preparar-nos para fazer mais pontos, temos consciência das dificuldades que vamos encontrar, assim como os outros clubes também vão encontrar dificuldades. Os mais competentes vão ficar e os menos competentes vão descer”.

– Rúben Amorim (treinador do Sporting): “Olho para cima e tenho um clube a nove pontos e olho para baixo e tenho um a cinco. O foco é segurar a posição, temos um calendário muito difícil e não acho que o terceiro ou até o quarto lugar esteja garantido. Não é falta de ambição. Sou realista e penso que jogo a jogo vamos fazer o caminho que temos de fazer.

Aquilo que tenho vindo a dizer é que sei que os adeptos do Sporting querem títulos. Temos até o exemplo do Liverpool, que levou muitos anos a conseguir aquilo que tem agora. Não sabemos o dia de amanhã e é difícil para os jogadores, sobretudo jovens, pensarem dois ou três jogos à frente. Desde que entrei aqui que o objetivo é que o próximo jogo é para ganhar e não há maior ambição do que essa.

[Trajetória melhor do que os rivais na retoma do campeonato] Parece que sim, mas tivemos tempo para preparar [a equipa]. Nisso a pandemia ajudou-nos um pouco. O sentido inverso é o nosso trabalho. Sofremos em todos os jogos, nunca sentimos o jogo claramente controlado, mas sofremos todos juntos e, para mim, é um prazer enorme sofrer com eles. Mais do que a técnica ou tática, por vezes é isso que faz uma equipa forte.

[Sobre a aposta em mais jogadores da formação] Sabemos que eles [Joelson Fernandes e Tiago Tomás] precisam de tirar a estreia do corpo e vão evoluir com os jogos. Temos também jogadores experientes que os ajudam nesta fase e os resultados também ajudam.

[Sobre o que tem a ensinar] Tenho tido bons jogadores, o que ajuda muito, e tenho tido sorte nos momentos certos, gente que acredita em mim, gente que acreditou aqui e foi contra outros pagando um valor alto. Não tenho nada a ensinar a eles, tenho, sim, a aprender muito”.

Anúncio

Futebol

Gil Vicente contrata avançado ao Wolverhampton

Futebol

em

Foto: DR (Arquivo)

O avançado português Boubacar Hanne assinou por três temporadas com o Gil Vicente, abandonando a equipa sub-23 dos ingleses do Wolverhampton, anunciou hoje o clube da I Liga de futebol.

“O futuro é agora. Boubacar Hanne junta-se aos gilistas unidos!”, lê-se numa nota publicada pela formação de Barcelos nas redes sociais.

O extremo, de 21 anos, formou-se em Paços de Ferreira e integrou os quadros do Wolverhampton nas últimas três épocas – tendo evoluído um ano ao serviço dos espanhóis do Jumilla -, mas sem nunca se estrear pela formação de Nuno Espírito Santo.

Boubacar Hanne é o terceiro reforço anunciado pelos minhotos, que oficializaram na quinta-feira a chegada dos médios Antoine Léautey, recrutado aos franceses do Chamois Niortais, e Kanya Fujimoto, emprestado pelos japoneses do Tokyo Verdy.

O Gil Vicente oficializou o treinador Rui Almeida como sucessor de Vítor Oliveira, que conduziu os ‘galos’ a uma campanha tranquila na I Liga em 2019/20, culminada na 10.ª posição, com 43 pontos, 10 acima da zona de despromoção, numa época marcada pelo regresso administrativo à elite, a partir do Campeonato de Portugal, após o ‘caso Mateus’.

Continuar a ler

Futebol

Liga dos Campeões retomada 149 dias depois, com Lisboa no ‘horizonte’

Futebol

em

Foto: Twitter / UEFA

A Liga dos Campeões de futebol é hoje retomada, quase cinco meses depois da suspensão, devido à pandemia de covid-19, com Juventus, Lyon, Manchester City e Real Madrid a lutarem por duas vagas na fase final, em Lisboa.

Suspensa logo depois do jogo Leipzig-Tottenham, disputado em 11 de março, a prova ‘milionária’ está de regresso ao fim de 149 dias de ausência, com dois jogos da segunda mão dos ‘oitavos’: Juventus-Lyon e Manchester City-Real Madrid, ambos às 20:00 (hora de Lisboa).

Recém-consagrada campeã italiana pelo nono ano seguido, a Juventus, do português Cristiano Ronaldo, entra em desvantagem no duelo, depois de Lucas Tousart ter anotado o único tento da vitória da formação francesa, por 1-0, em 26 de fevereiro.

Nesse mesmo dia, o Manchester City, dos portugueses Bernardo Silva e João Cancelo, bateu por 2-1 o Real Madrid, com Kevin de Bruyne e Gabriel Jesus a darem a volta ao golo inaugural de Isco.

Os vencedores destas duas eliminatórias vão defrontar-se nos quartos de final da Liga dos Campeões, em 15 de agosto, no Estádio de Alvalade, que vai acolher os jogos da fase final da prova, juntamente com o Estádio da Luz.

Na inédita ‘final a oito’ da principal competição europeia de clubes estão já Atalanta, Leipzig, Atlético de Madrid e Paris Saint-Germain, que superaram Valência, Tottenham, o campeão europeu Liverpool e o Borussia Dortmund, respetivamente, nos oitavos de final.

No sábado, ficará definido todo o quadro dos quartos de final, depois dos encontros Bayern de Munique-Chelsea (3-0, na primeira mão) e FC Barcelona-Nápoles (1-1).

Continuar a ler

Futebol

Famalicão contrata jovem defesa central ao Benfica

Futebol

em

Foto: SL Benfica (Arquivo)

O Famalicão contratou o jovem defesa central Alexandre Penetra, internacional por Portugal nas categorias de sub-15, sub-16 e sub-18, anunciou hoje o clube da I Liga de futebol.

“É muito prestigiante iniciar o meu trajeto enquanto sénior no FC Famalicão. É reconhecidamente uma equipa que disponibiliza todas as condições para os jovens jogadores se valorizarem no futebol português”, regozijou-se o futebolista, de 18 anos.

O atleta, que se revelou “ansioso” para poder iniciar os trabalhos no seu novo clube, desvinculou-se do Benfica, cujos escalões jovens tinha representado nas últimas seis épocas.

Alexandre Penetra começou a carreira na Escola de Futebol os Pestinhas, depois representou a Casa do Benfica de Viseu e daí transferiu-se para as ‘águias’.

Continuar a ler

Populares