Seguir o O MINHO

Desporto

É de Caminha a nova campeã nacional de stand up paddle wave

SUP Wave

em

Foto: Divulgação / PR Wave

Ângela Fernandes, atleta natural de Moledo, em Caminha, que enverga as cores do Surf Clube de Viana, sagrou-se campeã nacional no Open Feminino do Campeonato Nacional de Stand Up Paddle (SUP) Wave, prova que se realizou no domingo, na Praia Internacional do Porto.


A categoria de Open Feminino foi disputada por apenas duas atletas, tendo Ângela Fernandes defrontado a atleta madeirense Verónica Silva (que ontem havia conquistado o título nacional em SUP Race Técnico). A prova foi bastante renhida com Ângela Fernandes a levar a melhor e a conquistar o título com um score de 4.10.

Ângela Fernandes. Foto: Divulgação / PR Wave

Esta competição integra o cartaz do Porto&Matosinhos Wave Series, sendo organizada pela Onda Pura Surf Center, com a colaboração das Câmaras Municipais de Matosinhos e do Porto, com o apoio técnico da Federação Portuguesa de Surf.

Tomás Lacerda foi o “atleta revelação” do fim de semana, já que ontem o surfista da Madeira conquistou também o título de campeão nacional no Campeonato Nacional de SUP Race Técnico, nas categorias de Open e Sub 18.

Apesar das condições difíceis que os atletas tiveram de enfrentar, com o vento que se levantou já próximo das finais, foi um grande espetáculo de Stand Up Paddle aquele que se viu hoje na Praia Internacional do Porto. Os 24 participantes revelaram um surf poderoso e com grande técnica, demonstrando a evolução e qualidade do SUP nacional.

Tomás Lacerda e Ângela Fernandes. Foto: Divulgação / PR Wave

Numa final bem disputada por Tomás Lacerda, do Clube Naval do Funchal, Leonard Nika e Calili (Carlos Fidalgo), ambos do Peniche Surfing Club, e Gonçalo Gomes, do Coimbra SUP, foi Tomás quem conseguiu as melhores ondas, ultrapassando todos os concorrentes com um score final de 11.43. O atleta italiano Leonard Nika arrecadou a segunda posição, mas como não pontua devido à nacionalidade estrangeira, deu o título de vice-campeão a Calili, cabendo a Gonçalo Gomes o quarto lugar no podium deste campeonato nacional.

Foto: Divulgação / PR Wave

Foto: Divulgação / PR Wave

Foto: Divulgação / PR Wave

Foto: Divulgação / PR Wave

Foto: Divulgação / PR Wave

Foto: Divulgação / PR Wave

Foto: Divulgação / PR Wave

Foto: Divulgação / PR Wave

Foto: Divulgação / PR Wave

Foto: Divulgação / PR Wave

Foto: Divulgação / PR Wave

“Recebemos hoje a prova nacional de Stand Up Paddle na vertente de ondas, onde os melhores riders portugueses demonstraram um grande nível de surf com excelentes performances. Foi uma enorme satisfação organizar esta etapa única do campeonato nacional desta modalidade que regista um crescimento incrível, quer em número de praticantes, quer de atletas federados. A prova de hoje foi um sucesso, mesmo com todas as condicionantes que tivemos, devido à atual situação de pandemia, afirma Marcelo Martins, da Onda Pura Surf Center.

O Porto&Matosinhos Wave Series regressa no próximo fim de semana, com a realização do Campeonato Nacional de Surf Esperanças Sub 14, a 4 e 5 de outubro.

Tomás Lacerda. Foto: Divulgação / PR Wave

O SUP Challenge Wave&Race (que inclui os dois campeonatos nacionais de SUP Race Técnico e SUP Wave), integrado no Porto&Matosinhos Wave Series, é organizado pela Onda Pura Surf Center, com a colaboração das câmaras municipais do Porto e Matosinhos, bem como da Junta de Freguesia de Leça da Palmeira, com o apoio técnico da Federação Portuguesa de Surf.

O evento conta também com o apoio do Turismo do Porto e Norte de Portugal e com os patrocínios da Gold Energy, do Hospital de Santa Maria – Porto, do Edifício Transparente, da Ramirez, da MEO e da Vitalis, bem como com o apoio do media partner Fuel TV e do surf media partner Surf Total.

Anúncio

Futebol

Famalicão contrata avançado Tobias Zarate

Mercado de transferências

em

Foto: FC Famalicão

O avançado argentino Tobias Zarate assinou pelo Famalicão até ao final da temporada e tornou-se no terceiro reforço do clube da I Liga portuguesa de futebol apresentado hoje.

Tobias Zarate, de 20 anos, é avançado e estreou-se na equipa principal do Vélez Sarsfield no primeiro trimestre do presente ano. Pelo clube de Buenos Aires jogou na Liga argentina e na Copa Sul-americana.

“É uma oportunidade para continuar o meu processo de desenvolvimento enquanto jogador num clube que valoriza muito os jovens”, referiu Tobias Zarate ao site do clube famalicense.

Continuar a ler

Futebol

Vitória SC empresta Pedro Henrique ao clube de Ivo Vieira

Mercado de transferências

em

Foto: DR

O defesa Pedro Henrique vai jogar no Al Wehda, clube da Arábia Saudita treinado pelo português Ivo Vieira, durante a época 2020/21, por empréstimo do Vitória SC, anunciou hoje o clube da I Liga portuguesa de futebol.

“A Vitória Sport Clube, Futebol SAD anuncia o empréstimo de Pedro Henrique ao Al Wehda, da Arábia Saudita, com duração de uma temporada sem opção de compra. O central jogará na primeira liga saudita na época 2020/21”, lê-se na nota publicada no sítio oficial dos vimaranenses.

O central, de 27 anos, vai jogar na Arábia Saudita, depois de cinco temporadas em que disputou 156 jogos oficiais com a camisola do Vitória, a última das quais às ordens do treinador Ivo Vieira – realizou 35 partidas oficiais na época 2019/20.

O defesa brasileiro vai reencontrar o técnico madeirense, de 44 anos, após ter ficado de fora do plantel principal dos minhotos para a época um curso, treinado por Tiago Mendes.

Depois de Pedro Henrique ter cumprido as duas primeiras temporadas em Guimarães por empréstimo dos brasileiros do Cianorte, o Vitória comprou o seu passe por cerca de dois milhões de euros no início da época 2017/18, tendo assinado um contrato válido até junho de 2022 com o atleta.

Continuar a ler

Futebol

Rúben Oliveira e Blati Touré rescindem com Vitória SC

Mercado de transferências

em

Foto: DR

Os médios Rúben Oliveira e Blati Touré rescindiram os contratos que os ligavam ao Vitória SC, anunciou hoje o clube da I Liga portuguesa de futebol em duas notas publicadas no sítio oficial.

Contratado ao Feirense no verão de 2017, por 200 mil euros, Rúben Oliveira disputou um jogo oficial pela equipa principal vitoriana na época 2017/18 – a goleada por 6-1 sobre o Vasco da Gama da Vidigueira, para a Taça de Portugal – e realizou 17 partidas pela equipa B, então na II Liga.

Formado na Sanjoanense, no Sporting, no Feirense e no Rio Ave, o jogador, de 25 anos, foi cedido, nas duas últimas temporadas, ao Desportivo das Aves, tendo jogado 50 encontros oficiais pelo clube que competia então na I Liga.

Já Blati Touré rescindiu com o Vitória sem disputar qualquer jogo, após ter chegado a Guimarães no verão de 2019, numa transferência em que os minhotos pagaram 350 mil euros ao Córdoba, clube pelo qual o médio cumpriu 22 partidas na II Liga espanhola, durante a época 2018/19.

Internacional pela seleção do Burquina Faso em 19 ocasiões, o jogador, de 26 anos, estava vinculado ao emblema minhoto até 2022.

Os dois jogadores estiveram afastados do plantel principal, treinado por Tiago Mendes, desde que o Vitória SC começou a preparar a época em curso, em 17 de agosto.

Continuar a ler

Populares