É de Braga o novo presidente do Tribunal da Relação do Porto

José Igreja Matos

O novo presidente do Tribunal da Relação do Porto é o juiz-desembargador José Igreja Matos, magistrado de Braga, onde reside e exerceu, durante grande parte da sua carreira, liderando desde 12 de setembro de 2021 igualmente a União Internacional de Magistrados na sequência do trabalho anterior em prol dos direitos humanos e da liberdade dos juízes.

José Manuel Martins Igreja Matos, de 56 anos, licenciado em Direito, pela Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra, é ainda mestre em Direito Judiciário pela Escola de Direito da Universidade do Minho, sendo juiz de Direito desde 1990, exercendo funções já como juiz desembargador, no Tribunal da Relação do Porto, desde Setembro de 2012.

Preside à União Internacional de Magistrados, organização mundial constituída pelas mais representativas associações nacionais de juízes de 94 países de todos os continentes. É o representante português do Conselho Consultivo dos Juízes Europeus e do Conselho Consultivo da Rede Global de Integridade Judicial das Nações Unidas, além de ter dirigido a Revista Julgar, da Associação Sindical dos Juízes. Foi ainda autor de diversos livros e artigos jurídicos, especialmente nas áreas do Direito Processual Civil, Organização e Gestão de Tribunais, Ética e Integridade Judicial e dos Direitos Humanos.

Tal como O MINHO noticiou, aquando da sua eleição para a presidência da União Internacional de Magistrados, o juiz-desembargador Igreja Matos, na judicatura desde 19 de setembro de 1989, iniciou a sua carreira em Vinhais, passando sucessivamente por Esposende, Vila Verde, Barcelos e Braga, tendo ascendido à Relação do Porto em 12 de setembro de 2012.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

Marcelo diz que 2022 vai ser o ano de "virar a página" em relação à pandemia

Próximo Artigo

Palavras de Marcelo Rebelo de Sousa são "evidências" para o PCP

Artigos Relacionados
x