Seguir o O MINHO

Fafe

Duas mulheres colhidas por carro descontrolado em Fafe

Na EN 311

em

Foto: DR/Arquivo

Duas mulheres ficaram hoje feridas com gravidade ao serem colhidas, num passeio, por um veículo ligeiro que se despistou em Moreira de Rei, no concelho de Fafe, segundo fonte dos bombeiros.


Segundo a corporação de Fafe, as duas vítimas, de 50 e 70 anos, seguiam no passeio, junto à Estrada Nacional 311 (EN311), quando ocorreu o acidente, cerca 07:50.

As duas mulheres foram assistidas por seis operacionais dos Bombeiros de Fafe e da viatura de Suporte Imediato de Vida (SIV) sediada naquela cidade, tendo depois sido transportadas para o Hospital de Guimarães.

Anúncio

Ave

Juiz manda prender dois suspeitos de 17 furtos em estabelecimentos e casas de Fafe

Crime

em

Foto: Ivo Borges / O MINHO

Os dois homens do trio suspeito de 17 furtos a estabelecimentos comerciais e residências de Fafe ficaram em prisão preventiva após terem sido presentes a juiz no Tribunal Judicial de Fafe, na sexta-feira.

A mulher ficou sujeita à medida de coação de apresentações trissemanais no posto policial da sua área de residência.

Trio detido em Viana do Castelo suspeito de realizar 17 assaltos em Fafe

Recorde-se que a GNR tinha detido, na semana passada, dois homens e uma mulher, com idades entre os 25 e os 35 anos, em Viana do Castelo, por furtos em estabelecimentos comerciais e residências em Fafe.

 

Continuar a ler

Ave

José Barros foi de Braga a Fafe agradecer aos bombeiros que lhe salvaram a vida

Vítima de acidente

em

Foto: Ivo Borges / O MINHO

José Barros, de 60 anos, não ganhou para o susto quando, em julho do ano passado, foi vítima de um violento acidente que quase lhe roubou a vida, numa estrada de Fafe.

Passados 12 meses, o bracarense visitou o quartel dos Bombeiros Voluntários de Fafe para agradecer pessoalmente ao comandante Paulo Ferreira e aos operacionais que o auxiliaram no brutal sinistro.

Bombeiros de Fafe na assistência a José Barros após acidentes. Foto: Ivo Borges (2019)

A O MINHO, o homem conta que, por várias vezes, tinha demonstrado o desejo à família de ir a Fafe fazer um agradecimento aos bombeiros que o ajudaram. Assim, a filha entrou em contacto com o comandante e conseguiram agendar uma data para o reencontro.

Comandante Paulo Ferreira recebeu José Barros e família. Foto: Ivo Borges / O MINHO

Ontem foi o dia que a família visitou o quartel, uma surpresa para José Barros que, ao sair de casa, não sabia que seria esse o destino.

“Eles são uns heróis, salvaram-me a vida e gostava de poder dar um forte agradecimento pessoal a cada um deles, homens e mulheres que me ajudaram”, disse José.

“Hoje estou aqui graças a eles e aos elementos do INEM e do Hospital de Braga”, sublinhou.

José Barros foi desencarcerado pelos bombeiros fafenses. Foto: Ivo Borges / O MINHO

Algumas sequelas do acidente vão permanecer com José para o resto da vida: nove costelas fraturadas, pulmão perfurado, danos em quatro pontos da cervical, derrame interno na cabeça, fratura de vários ossos da face e perda de alguma percentagem da visão e da audição.

Foram várias as intervenções cirúrgicas e próteses que teve de colocar, mas está “vivo e agradecido” por isso.

O comandante Paulo Ferreira, em nome dos Bombeiros de Fafe, agradeceu o reconhecimento e o gesto de José Barros apresentando-lhe todos os elementos que estiveram no salvamento.

Bombeiros responsáveis pelo salvamento, José Barros e família. Foto: Ivo Borges / O MINHO

Ofereceu ainda umas lembranças dos bombeiros e o encontro foi celebrado com uma merenda entre amigos.

Continuar a ler

Ave

Maltrata mãe de 71 anos e parte-lhe os móveis de casa em Fafe

Violência doméstica

em

Foto: DR

Um homem de 48 anos foi detido, na quinta-feira, por violência doméstica sobre a mãe, de 71, em Fafe, foi hoje anunciado.

Em comunicado, o comando territorial de Braga dá conta da detenção do homem na sequência de maus-tratos psicológicos e ameaças à progenitora, culminando com a destruição dos móveis em casa.

“Os militares da Guarda deslocaram-se ao local, intercetando o suspeito a 100 metros da habitação”, expõe a GNR.

Foi detido e será presente esta sexta-feira ao Tribunal Judicial de Guimarães.

Ainda na mesma data, também em Fafe, um homem de 40 anos foi detido por agredir e ameaçar a mulher, de 37, com uma arma de fogo, adaptada a calibre 6,35 mm, que foi apreendida.

O suspeito foi detido e os factos foram comunicados ao Tribunal Judicial de Guimarães.

Continuar a ler

Populares