Seguir o O MINHO

Região

Duas crianças atacadas por cães em Barcelos e Póvoa de Lanhoso

Num dos casos o proprietário foi identificado pela GNR

em

Criança atacada por cão em Póvoa de Lanhoso. Foto: Facebook de Fernanda Pereira Cardoso

Duas crianças, uma de dois anos e outra de cinco, foram atacadas por cães, nos últimos dois dias, na Póvoa de Lanhoso e em Barcelos.

Na terça-feira, na Póvoa de Lanhoso, na freguesia de Santo Emilião, um menino de “quase três anos” foi atacado por um cão quando a mãe o trazia da creche.

“Assim que passamos por um cão que estava deitado (a salientar que tem dono, mas anda sempre solto na via pública), este de repente se levanta e salta em cima do meu filho. Deitando-o ao chão, mordendo-o e arranhando-lhe a cabeça. Retirei que mais rápido que pude o meu filho (de quase três anos) debaixo do cão (cão raça grande, parecido ao pastor alemão) e fugi o mais rápido que consegui. Em momento algum durante os meus gritos de desespero e o ladrar do cão os ditos donos se designaram a vir ver o que se passava”, relata a mãe Fernanda Pereira Cardoso, numa publicação partilhada no Facebook.

Fonte oficial da GNR confirmou a O MINHO que o cão não estava registado, mas foi possível identificar o proprietário. Os factos foram remetidos para tribunal.

O animal foi retirado ao dono e levado para o canil municipal.

A criança, que foi assistida pelos Bombeiros da de Póvoa de Lanhoso, sofreu “dois pontos na cara e arranhões na cabeça”, relata a mãe, salientando que tornou o caso público para “alertar os donos dos cães que andam por aí na rua a passear sozinhos, sem trela, sem supervisão”.

“Por muito que o vosso cão nunca tenha feito mal a ninguém, eles são imprevisíveis e o pior pode acontecer.  (…) Isto pode acabar muito mal para as vítimas, para o cão em questão e para os próprios donos. Por favor mantenham os cães em casa. Se saírem com eles só com trela, para vocês poderem agir se for necessário. Não desejo mal nenhum ao animal, porque para mim claramente a culpa é do dono”, conclui Fernanda Pereira Cardoso.

Atacada por cão vadio

Já em Barcelos, situação semelhante ocorreu ontem, quarta-feira, por volta das 17:00 na freguesia de Abade de Neiva.

A criança de cinco anos sofreu ferimentos num braço e na cabeça.

Neste caso, refere fonte da GNR, o cão era vadio e também foi levado para o canil municipal.

Populares