Dora Nunes Gago vence prémio literário de 12.500 euros patrocinado pela Câmara de Braga

Grande Prémio de Literatura de Viagens Maria Ondina Braga
Foto: DR

O livro “Palavras Nómadas”, de Dora Nunes Gago, editado pela Húmus, venceu o Grande Prémio de Literatura de Viagens Maria Ondina Braga, anunciou hoje a Associação Portuguesa de Escritores (APE).

O júri do prémio, coordenado por José Manuel Mendes, considerou que “Palavras Nómadas” é uma “obra de variadas e ricas observações concernentes aos lugares por onde transcorrem as viagens relatadas, com descrições de grande vivacidade sensorial, a que não falta o olhar íntimo sobre os lugares e as gentes, bem como a capacidade de captação do que se tem vindo a designar como ‘génie du lieu’”.

“Numa prosa de grande fluidez, eivada de reflexões onde se cruzam perceções, memórias, cultura, literatura e história, a autora logra suscitar uma leitura aderente desde as primeiras páginas, cujo ritmo e interesse sabe manter ao longo da considerável extensão da obra”, acrescenta.

O júri, constituído ainda por Guilherme d’Oliveira Martins, Isabel Cristina Mateus e José Manuel de Vasconcelos, atribuiu o prémio por unanimidade.

Nesta 7.ª edição da Grande Prémio de Literatura de Viagens Maria Ondina Braga, instituído pela Associação Portuguesa de Escritores com o patrocínio da Câmara Municipal de Braga, concorreram obras em português e de autores portugueses publicadas no ano de 2023.

O valor monetário deste Grande Prémio é de 12.500 euros para o autor distinguido.

No ano passado, o vencedor deste prémio foi José Pedro Castanheira, com “Volta aos Açores em Quinze Dias”, tendo já sido distinguidos em edições anteriores os autores Paulo Moura, Afonso Cruz, Alexandra Lucas Coelho, Rui Miguel Tovar e António Mega Ferreira.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

Ponte da Barca requalifica campo de futebol da praia fluvial

Próximo Artigo

Pedro Nuno acusa Governo de “ânsia eleitoral” ao prescindir de receita fundamental para o Estado

Artigos Relacionados
x