Seguir o O MINHO

Braga

Dois suspeitos detidos e um em fuga após assalto na cidade de Braga

Assaltos

em

Foto: DR

Dois homens foram detidos e um terceiro encontra-se em fuga na sequência de um assalto a um estabelecimento comercial, localizado no Campo das Hortas, na cidade de Braga, por volta das 04:00 de terça-feira.


De imediato a Equipa de Intervenção Rápida da PSP deslocou-se para o local, tendo sido intercetados junto ao referido estabelecimento, dois dos suspeitos, com 34 e 30 anos de idade, na posse de diversos objetos que lhe foram apreendidos, dos quais se destacam o pé de cabra, com o qual tentaram arrombar a porta de entrada.

Face ao exposto foram os mesmos detidos e notificados para comparecerem no Tribunal judicial da Comarca de Braga.

Relativamente ao outro suspeito, a PSP encontra-se a efetuar diligências, no sentido de o localizar.

Os suspeitos são referenciados pela prática de ilícitos criminais desta natureza.

Anúncio

Braga

Vila Verde com quase mais uma centena de casos ativos nos últimos sete dias

Covid-19

em

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

O concelho de Vila Verde regista 261 casos ativos de infeção por covid-19, mais 93 do que há uma semana (dia 11 de novembro).

Estes dados são apurados por O MINHO junto de fonte local do setor da saúde e reportam às 20:00 horas de quarta-feira.

Não foi possível saber o número de recuperados, óbitos ou o total acumulado de forma a calcular o índice de risco em que se encontra o concelho.

Vila Verde, com cerca de 50 mil habitantes, necessita de um número menor que 120 casos nos últimos 14 dias, para deixar de integrar a lista de concelhos de risco que se encontram com recolher obrigatório, entre outras medidas.

Apesar deste aumento, e de ainda estar incluída nos concelhos de risco, o último boletim da DGS trouxe boas notícias para Vila Verde.

Dos 13 concelhos de risco do distrito de Braga, Vila Verde está em penúltimo no que diz respeito à incidência cumulativa de 240 casos por cada 100 mil habitantes.

Vizela, Guimarães, Fafe e Famalicão com incidência cumulativa acima dos 1.000 casos

Apesar disso, registava, na segunda-feira, uma incidência de 473 casos por cada 100 mil habitantes, ou seja, se o concelho tivesse esses habitantes, a incidência seria de 473 casos ativos.

Abaixo de Vila Verde só ficou Cabeceiras de Basto, com 435 de incidência por cada 100 mil habitantes. Todos os restantes concelhos têm um índice de incidência superior.

Continuar a ler

Braga

Casos ativos descem em Braga nas últimas 24 horas, mas há mais dois mortos

Covid-19

em

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO Jorge Magalhães / O MINHO

O concelho de Braga regista hoje 1.449 casos ativos de covid-19, menos 78 do que na terça-feira, data do último balanço publicado por O MINHO. No entanto, foram contabilizados 193 novos casos nas últimas 24 horas, número que supera os dos últimos dias.

O município contabiliza agora 5.348 casos desde o início da pandemia.

Estes números foram apurados pelo nosso jornal junto de fonte local da saúde às 17:30 desta quarta-feira.

Há ainda mais 269 doentes curados desde ontem, totalizando 4.004 recuperações desde o início da pandemia.

Há 88 óbitos a lamentar, mais dois em 24 horas.

Por fim, estão 1.379 pessoas em vigilância ativa, menos 34 do que ontem.

Continuar a ler

Braga

Festival Bragacine apresenta 17 filmes e evoca Sean Connery, o 007

Cinema

em

Foto: Divulgação

O Bragacine, primeiro festival de cinema independente de Portugal, assinala a 18.ª edição esta quinta e sexta-feira, com a apresentação de 17 filmes e curtas-metragens, três livros, quatro homenagens e evocação a Sean Connery.

O presidente do 7.º Arte/Cine.UM – Cineclube da Universidade Minho, Artur Moreira, revelou, em comunicado, que o programa é de acesso gratuito e online, em www.bragacineindependente.com, salvo as sessões de abertura e encerramento, que decorrem respetivamente na Livraria 100ª Página e no Cineplace Nova Arcada, em Braga.

A organização tem apoio do Lux Film Prize do Parlamento Europeu, entre outros.

A iniciativa arranca quinta-feira, às 17:00, pelo policial clássico “Os Intocáveis”, com o recém-falecido ator britânico Sean Connery, que vai ser ainda lembrado às 24:00 em “Dr. No”, o primeiro filme da série 007 – James Bond.

Mais cedo, às 19:00, a abertura oficial inclui a apresentação de três livros: “Federico Fellini – Inevitabilidade da Arte”, de Anabela Branco de Oliveira, professora da UTAD; “Viagens pelo Éter – Um Cinema Após 2008”, de António Costa Valente, diretor do Festival de Avanca; e “NATO – Cooperação Internacional e o Combate ao Terrorismo”, de Artur Barros Moreira, diretor do Bragacine.

Segue-se a exibição de “curtas” de Luís Miranda e Carlos Coelho Costa, do filme de guerra “Jouney’s End”, de Saul Dibb, e, em estreia absoluta, “Um Quadro de Pollock com Sangue”, de Rui António.

Curtas

Na sexta-feira, às 15:00, vão ser exibidas curtas-metragens a concurso das escolas Filmógrafo/Avanca e Soares dos Reis (incluindo em estreia “Boca do Inferno”, de Laura Seixas, e “Capacete”, de Gustavo dos Santos), bem como a nova ficção de Passos Zamith, “Chaço 92”.

Às 16:30 é a vez do drama austro-alemão “Toni Erdmann”, de Maren Ade. O encerramento oficial é às 19:00, com a entrega dos Prémios Augusta às melhores obras do Bragacine e as homenagens às atrizes Sofia Froes, Maria João Monteiro e Lúcia Moniz, ao realizador Carlos Coelho Costa, ao argumentista Valter Hugo Mãe e ao cinematógrafo Francisco Vidinha.

Prevê-se ainda o elogio ao abraço em “Confinamento Descontente”, de Rui Nunes; a biografia da heroína escrava “Harriet”, de Kasi Lemmons; e a animação premiada “A Minha Vida de Courgette”, de Claude Barras.

Às 22:30 há momentos de suspense, com “Deathcember” e ”Daddy’s Girl”, ambos do britânico Julian Richards, seguindo-se às 24:00 a exibição do melhor filme e “curta” do festival.

Continuar a ler

Populares