Seguir o O MINHO

Viana do Castelo

Dois homens resgatados de rochedo na praia da Amorosa. “Evitou-se uma tragédia”

Em Chafé

em

Foto: DR

Dois homens, com cerca de 50 anos, foram resgatados de um rochedo localizado na praia da Amorosa, em Chafé, Viana do Castelo, depois de a maré ter subido e isolado as vítimas que se encontravam à pesca de polvos.

Os dois marisqueiros, devidamente equipados para a apanha do polvo, foram surpreendidos pela subida da maré, cerca das 20:30 horas desta terça-feira, levando a que os filhos, que os acompanhavam na praia, dessem alerta às autoridades.

De acordo com Sameiro Matias, capitão do porto de mar e comandante da Polícia Marítima de Viana do Castelo, o resgate correu bem e os homens chegaram a terra sãos e salvos, naquilo que poderia ter-se revelado uma tragédia.

“Foi uma decisão inteligente por parte de todos os intervenientes. Os rapazes fizeram bem em pedir imediatamente ajuda, em vez de os tentarem resgatar, e os homens fizeram bem em esperar pelo socorro, em vez de tentarem chegar a terra pelos próprios meios”, adiantou Sameiro Matias a O MINHO.

De acordo com o responsável, aquela zona é de ‘agueiro’, com correntes fortes, pelo que se os homens tivessem tentado chegar a pé até ao areal, o mais certo era serem arrastados pela corrente.

O resgate foi feito com ajuda dos Bombeiros Sapadores de Viana do Castelo, com recurso a um cabo “vai e vem”. Amarrados pelo cabo, e com coletes salva-vidas, os dois homens chegaram a terra firme em poucos instantes.

Um deles, que terá bebido um pouco de água do mar, foi encaminhado para o Hospital de Santa Luzia, em Viana, apenas por precaução.

Esteve também na operação a Estação Salva-vidas, para o caso de algo correr mal e os homens acabassem por ser arrastados para o oceano, o que, felizmente, acabou por não acontecer.

Sameiro Matias confessou que, com o cair da noite, se temia que as operações pudessem não correr bem, mas tudo foi bem sucedido. “Parabéns a todos , foram cautelosos e muito inteligentes e assim evitou-se o que poderia ter sido uma tragédia”, concluiu.

EM FOCO

Populares