Seguir o O MINHO

Alto Minho

Distrito de Viana considerado “zona sensível” à entrada de jihadistas

em

Três dos terroristas ligados aos ataques de Paris podem estar em Portugal, avança o Jornal de Notícias (JN), na sua edição de hoje.

Na notícia, onde se lê que o alerta surgiu da Interpol e da polícia espanhola, é dito que o distrito de Viana do Castelo, fruto das suas ligações a Espanha, é considerado zona sensível.

O diário refere que o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) e militares da GNR controlaram ontem a entrada de pessoas sem identificação em todas as fronteiras terrestres e fluviais do distrito, tendo sido fiscalizados seis franceses, cinco tunisinos, quatro chineses e quatro marroquinos, tendo um português sido intercetado por suspeitas de furto e dois espanhóis por condução ilegal.

As autoridades portuguesas já estão a investigar, “Os suspeitos – Kevin Guiavarch, nascido em 1993, Memdi Kaddour, nascido em 1995, e um terceiro, que se sabe apenas chamar-se Samir, estarão armados e são referenciados como extremamente perigosos. Este último pode mesmo ser Samir Bouzid, um dos cabecilhas dos atentados em França, que terá passado pela Bélgica e viajará numa viatura Citroën de cor escura com matrícula francesa. Na sequência deste alerta, estará em marcha uma caça ao homem concentrada sobretudo no norte do país.”, escreve o jornal online Notícias ao Minuto com base na notícia do JN.

 

Populares