Seguir o O MINHO

País

Distribuidores das cervejas Sagres e Heineken em greve a partir de amanhã

Greve

em

Foto: DR / Arquivo
Depois de os trabalhadores da Super Bock terem aprovado, em plenário, uma greve de 24 horas para o próximo dia 10 de dezembro, quinta-feira, é a vez dos trabalhadores da empresa que distribui as cervejas Sagres e Heineken, assim como as águas Luso, marcarem um protesto.
Em comunicado enviado às redações, o Sindicato dos Trabalhadores da agricultura e das indústrias de alimentação, bebidas e tabacos de Portugal anuncia greve dos trabalhadores da empresa NOVADIS, que assegura a distribuição da Sociedade Central de Cervejas (SCC) em 65% do país, nos próximos dias 09, 10 e 11 de dezembro.
Refere aquela estrutura que esta paralização vai deixar “sem abastecimento” vários “hotéis, restaurantes e cafés” no país. A primeira ação de protesto está marcada para as 08:30, em Gaia, junto à sede da NOVADIS, contra uma alegada “imposição ilegal do banco de horas que a empresa assinou com a UGT”.
Para além da nulidade desse acordo, o sindicato exige “igualdade salarial entre o Norte e o Sul do país”.

Populares