Seguir o O MINHO

Alto Minho

Diocese confirma saída de ‘padre motard’ das paróquias de Caminha

Nomeações sacerdotais

em

Foto: Facebook "Fica Padre Ricardo"

A diocese de Viana do Castelo ignorou as petições públicas e manifestações em prol do padre Ricardo Esteves, durante quatro anos pároco em freguesias de Caminha, e publicou neste sábado, através do seu portal oficial na internet, as nomeações sacerdotais eclesiásticas para outubro de 2019, confirmando novas paróquias em Valença para o padre motard.

No anúncio oficial, é apontado que o reverendo padre  Ricardo José Carreira Esteves, recentemente dispensado da paroquialidade de S. Martinho de Lanhelas, Sta. Eulália de Vilar de Mouros e S. Pedro de Seixas, no arciprestado de Caminha, é agora nomeado pároco de Divino Salvador de Gandra, Sta Marinha de Taião, S. Félix de Sanfins, S. Tiago de Boivão e S. Cristóvão de Gondomil, no arciprestado de Valença.

Em agosto de 2019, as populações das três freguesias do concelho de Caminha iniciaram um movimento de apoio à permanência do padre de 36 anos a quem a diocese de Viana do Castelo terá comunicado a mudança em setembro.

Além da petição, no início de agosto realizou-se uma concentração de apoio ao pároco, que juntou cerca de 200 pessoas. A iniciativa partiu de um grupo de jovens da freguesia de Seixas, uma das mais populosas do concelho de Caminha.

Foi ainda criada uma página nas redes sociais, intitulada “Fica Padre Ricardo Esteves”, onde apelam à mobilização dos paroquianos em torno da permanência do pároco, há 10 anos colocado naquelas três paróquias.

As freguesias de Seixas, Lanhelas e Vilar de Mouros têm cerca de 3.246 habitantes.

A diocese confirmou neste sábado a nomeação do padre Manuel Joaquim Rodrigues Pinto para as paróquias de S. Martinho de Lanhelas, Sta. Eulália de Vilar de Mouros e S. Pedro de Seixas.

Populares