Seguir o O MINHO

Alto Minho

Digitalizados 223 mil documentos dos dez arquivos municipais do Alto Minho

Projeto GEOARPAD

em

Foto: DR

O projeto de cooperação transfronteiriça – GEOARPAD – Património Cultural da eurorregião Galiza e Norte de Portugal permitiu digitalizar 223 mil documentos dos dez arquivos municipais do Alto Minho, informou hoje a Comunidade Intermunicipal (CIM).

Em comunicado enviado às redações, aquela associação, que integra os dez concelhos do distrito de Viana do Castelo, adiantou que entre os documentos históricos digitalizados encontram-se livros, atas, jornais, autos de medição, processos, manuscritos, relacionados com o tema das relações transfronteiriças”.

“Esta digitalização foi realizada com elevados padrões de qualidade e requisitos técnicos, permitindo a sua posterior integração no acervo digital para divulgação ‘online’ em diversas plataformas”, explica a nota.

Foi ainda “produzido um documentário para promover e divulgar o projeto em várias plataformas digitais, e criada uma coleção de eBooks ‘Cadernos do Alto Minho’, um para cada arquivo municipal”.

Os resultados do projeto, cofinanciado pelo programa de cooperação INTERREG V A Espanha-Portugal (POCTEP), foram apresentados, na sexta-feira, num encontro realizado em formato digital, sobre a memória transfronteiriça nos arquivos do Alto Minho.

Populares