Seguir o O MINHO

Desporto

Diana Durães consegue mínimos para os Jogos Olímpicos

Super nadadora de Fafe nos Jogos pela primeira vez

em

Foto: Divulgação / SL Benfica

Diana Durães garantiu hoje os mínimos para os Jogos Olímpicos de 2020, que terão lugar em Tóquio, no Japão.


A nadadora de Fafe, atleta do Benfica, registou um tempo de 16.31, 16 minutos nos 1.500 metros livres, durante o Campeonato Nacional de Piscina Longa, que decorre no Centro Olímpico de Piscinas Municipais de Coimbra.

Esta será a primeira vez que a super nadadora de Fafe, detentora de vários recordes nacionais, vai estar presente nos Jogos Olímpicos.

Em Coimbra, Ana Catarina Monteiro, do Vilacondense, também garantiu os mínimos para Tóquio, nos 200 metros mariposa.

Dois recordes absolutos batidos. Nadador do Vitória SC bateu recorde de júniores

As nadadoras Rafaela Azevedo e Ana Pinho Rodrigues alcançaram recordes absolutos nas provas de 50 metros costas (juniores) e 100 metros livres (seniores), respetivamente.

Rafaela Gomes Azevedo (júnior), do Algés, fez o tempo de 29,02 segundos, melhorando em 22 décimos de segundo o anterior recorde, que também já lhe pertencia.

“Vinha com o objetivo de bater o recorde e consegui”, disse a nadadora à agência Lusa, que vai tentar fazer os mínimos para os Campeonato do Mundo.

A atleta Ana Pinho Rodrigues (sénior), da Sanjoanense/FEPSA, fez 56,39, tirando dois décimos de segundo ao recorde que pertencia a Ana Sofia Leite desde abril de 2015.

“O ano passado fiquei a uma décima do recorde nacional e hoje bati essa marca”, frisou a nadadora.

Ana Pinho Rodrigues referiu que se sentiu muito bem nos treinos e que “tudo apontava para que batesse o recorde, desde que estivesse concentrada e focada”.

Foram ainda batidos os recordes nacionais de juniores nos 100 metros livres femininos, por Ana Reis Sousa (Algés), nos 1.500 metros livres masculinos, por Diogo Cardoso (Colégio Monte Maior), nos 100 metros livres femininos em juvenis B, por Carolina Fernandes (Galitos de Aveiro) e nos 50 metros costas em juniores através de João Costa (Vitória SC).

Resultados do primeiro dia:

Femininos

– 1.500 livres:

1. Diana Margarida Durães (Benfica), 16.31,16 minutos.

2. Angélica Maria André (Fluvial Portuense), 16.59,54.

3. Ana Rita Queiroz (Fluvial Portuense), 17.16,30.

– 50 costas:

1. Rafaela Gomes Azevedo (Algés), 29,02 segundos.

2. Catarina Martins Mestre (Natação de Lisboa), 29,69.

3. Camila Rodrigues Rebelo (Louzan Natação/Efapel), 29,74.

– 100 livres:

1. Ana Pinho Rodrigues (Sanjoanense/FEPSA), 56,39 segundos.

2. Ana Reis Sousa (Algés), 56,56.

3. Rita Barros Frischknecht (Algés), 57,28.

– 200 mariposa:

1. Ana Catarina Monteiro (Vilacondense), 2.08,40 minutos.

2. Inês Jacinto Henriques (Sporting), 2.16,45.

3. Giovanna Vaz Vargas (Náutico Marinha Grande), 2.16,45.

– 200 estilos:

1. Victória Kaminskaya (Benfica), 2.14,51 minutos.

2. Raquel Gomes Pereira (Algés), 2.18,30.

3. Luísa Maria Machado (União Piedense), 2.20,34.

Masculinos

– 1.500 livres:

1. Guilherme Filipe Pina (Sporting), 15.22,04 minutos.

2. José Paulo Lopes (SC Braga), 15.33,78.

3. Rafael Gil (Sporting), 15.37,13.

– 50 costas:

1. Alexis Manacas Santos (Sporting), 25,70 segundos.

2. Gabriel José Lopes (Louzan Natacao),26,13.

3. Francisco Rogério Santos (Sporting), 26,70.

– 200 mariposa:

1. Tiago Roberto Cordeiro (Benfica), 2.01,41 minutos.

2. João Alexandre Vital (Sporting), 2.01,61.

3. Pedro André Santos (Algés), 2.02,81.

– 100 livres:

1. Miguel Duarte Nascimento (Benfica), 49,57 segundos.

2. Luiz Pedro Pereira (Benfica), 50,48.

3. Guilherme Pereira Dias (Benfica), 50,90.

Notícia atualizada às 0h32 com mais conteúdo.

Anúncio

Futebol

FC Porto e Benfica disputam Supertaça no Estádio Municipal de Aveiro

Supertaça Cândido de Oliveira

em

Foto: DR

O FC Porto e o Benfica vão disputar a Supertaça no Estádio Municipal de Aveiro em 23 de dezembro, anunciou hoje a Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

Os ‘dragões, vencedores da I Liga e da Taça de Portugal, defrontam os finalistas vencidos da Taça pelo direito de erguer a Supertaça, que habitualmente abre a temporada futebolística em Portugal, mas foi este ano adiada devido à pandemia de covid-19.

Nesse mesmo estádio vão decorrer outros dois jogos relativos a provas da FPF, com o dia 13 de dezembro a albergar a final da Taça feminina de 2019/20, entre Benfica e Estoril Praia ou Sporting de Braga, seguido da final da Taça da Liga feminina, de novo entre as ‘águias’ e o Sporting de Braga, no dia 16.

Segundo a FPF, esta última data pode ainda ser alterada “dependendo do desempenho da equipa do Benfica na Liga dos Campeões feminina”, passando o jogo para o dia 06 de janeiro de 2021.

Continuar a ler

Futebol

Equipa do Famalicão “está pronta para ser muito forte”

João Pedro Sousa

em

Foto: DR

O treinador do Famalicão salientou hoje a importância da paragem da I Liga portuguesa de futebol para preparar a equipa e garantiu que o grupo “está pronto para ser muito forte”.

João Pedro Sousa disse estar à espera de dificuldades na partida com o Farense, último classificado, ainda sem pontos, mas garantiu que a equipa parte para o jogo “com uma grande ambição”.

“As últimas semanas foram muito importantes para nós, não só por ter fechado a janela de transferências, mas foram duas semanas importantes para recuperarmos jogadores que vinham de lesão, outros que necessitam de melhorar os índices físicos e, portanto, estamos muito fortes e precisamos de competir. Sabemos que é um adversário forte, independentemente de sabermos que precisa de ganhar, a nossa ambição é muito grande. Estamos prontos para sermos uma equipa muito forte, independentemente do adversário”, frisou o técnico.

O técnico famalicense revelou-se ainda muito satisfeito com as contratações e afirmou que agora conta com “um plantel forte e com várias soluções”.

“Com a exceção do Anderson, que recupera da intervenção cirúrgica, todos estão disponíveis. Estou muito contente com a forma como o mercado fechou para nós. Não escondemos que nos atrasámos um pouco, negócios que se atrasaram um pouco no tempo, mas nós, Famalicão, temos esta regra, se não era isso que queríamos, não podíamos avançar para os negócios. Temos um plantel forte, eu tenho várias soluções para as diversas posições, com jogadores com grande polivalência e que nos dão garantias”, vincou.

João Pedro Sousa disse ainda estar muito satisfeito com a renovação de Gustavo Assunção, um jogador que defende “ser à imagem do clube”.

“O Gustavo é um jogador à imagem deste clube, um profissional 24 horas por dia, com enorme ambição e fiquei muito contente por ele e pelo clube. É a referência do nosso clube. A renovação está feita, mas foi o que eu disse ao Gustavo, o próximo passo é jogar num clube maior, porque ele tem muita qualidade para isso. Porém, sublinho, não é só o Gustavo, há muitos que podem chegar a esse patamar”, salientou.

O Famalicão, sétimo classificado, com quatro pontos, desloca-se este domingo ao Algarve para defrontar o Farense, último classificado, sem pontos, numa partida da 4.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol.

Continuar a ler

Futebol

Treinador do Tondela diz ter equipa capaz de vencer Gil Vicente

I Liga

em

Foto: Imagem Tondela

O treinador Pako Ayestarán atestou hoje a capacidade do Tondela para vencer no terreno do Gil Vicente, no sábado, em jogo da quarta jornada da I Liga portuguesa de futebol.

“O importante é dar o rendimento adequado no dia e esperamos demonstrar amanhã [no sábado] o rendimento adequado, porque estamos capacitados para o fazer, porque vejo os jogadores a evoluir de dia para dia, individualmente e em equipa”, assumiu Pako Ayestarán.

Na antevisão ao jogo da quarta ronda, marcado para o Estádio Cidade de Barcelos, às 15:30, o técnico espanhol afirmou que as duas semanas de interrupção do campeonato, para jogos das seleções, “correram muito bem”.

“Tivemos alguns jogadores com compromissos com as suas seleções, mas isso não afetou o nosso plano de trabalho e fizemos um jogo frente ao Vitória SC porque sabemos da importância de manter o ritmo do jogo e foi uma boa oportunidade para alguns jogadores que tinham menos minutos”, contou.

Pako Ayestarán explicou que só o argelino Abdel Medioub regressou com queixas nas costas, “de todos os jogadores que voltaram das seleções.

O técnico espanhol elogiou o próximo adversário, realçando que os minhotos ainda não sofreram qualquer golo no campeonato, apesar de terem menos um jogo, devido ao adiamento da visita ao Sporting, da primeira jornada, para 28 de outubro.

“Sabemos que jogamos com uma equipa que ainda não perdeu e que está num grande momento. Tem uma linha defensiva adequada e em transição é muito complicado, então nós temos de tentar impor o nosso jogo, sermos nós próprios”, assumiu.

Pako Ayestarán advertiu que “a competição não dá trégua” e, neste sentido, admitiu que o Tondela tem de “evoluir mais rápido e ser capaz de competir” para “conseguir um bom resultado” e a primeira vitória nesta época.

O Tondela, 17.º e penúltimo classificado, com um ponto, visita o Gil Vicente, nono com quatro pontos, no sábado, a partir das 15:30, num encontro que vai ser arbitrado por Miguel Nogueira, da associação de Lisboa.

Continuar a ler

Populares