Seguir o O MINHO

Região

Detido por balear jovem em Barcelos e assaltar bomba em Braga presente a juiz sexta-feira

Suspeito, de Tebosa, é serralheiro e tem surtos quando não toma medicação

em

Foto: O MINHO

O homem, de 41 anos, detido por dois crimes cometidos com uma caçadeira, em Barcelos e Braga, será presente na sexta-feira ao juiz de instrução criminal, no Tribunal de Guimarães, para o primeiro interrogatório e a aplicação das medidas coativas.

Está indiciado pelos crimes de homicídio qualificado na forma tentada, dano, roubo a posto de abastecimento de combustível com a arma de fogo e detenção de arma proibida.

Tal como O MINHO noticiou em primeira mão, a Polícia Judiciária de Braga deteve o homem que baleou um jovem, na noite de terça-feira, num posto de abastecimento de combustíveis, em Martim, Barcelos, após o que assaltou a bomba de gasolina da Repsol, em Ferreiros, Braga, roubando 400 euros e raspadinhas.

O ataque a tiro foi nesta estação de serviço em Martim, Barcelos. Foto: O MINHO

O suspeito, Hélder, de 41 anos, serralheiro, desempregado, residente em Tebosa, Braga, tinha passado a tarde com uma mulher, em Areias de Vilar, Barcelos, mas não aceitou que a jovem se fosse embora, num táxi, pelo que perseguiu de imediato o carro de praça, que parou numa estação de serviço, para que a cliente levantasse dinheiro numa caixa multibanco. Nessa ocasião retirou-a do táxi, tentando-a arrastar para o seu automóvel.

O taxista impediu a situação, altura em que foi agredido pelo serralheiro, levando a que um grupo de seis jovens, que conhecem o motorista, seu vizinho, o tenham defendido, acabando por conduzir o agressor para o seu carro, estacionado nas imediações.

No entanto, quase uma hora depois, o indivíduo regressou de casa, em Braga, com uma espingarda caçadeira de canos justapostos, disparando em direção do grupo de jovens, atingindo de raspão um deles, de 27 anos, de Martim, no braço esquerdo, tendo, entretanto, obtido alta hospitalar.

Na confusão, ainda foi atingido um automóvel, sendo que o outro tiro estilhaçou diversos vidros da frente de loja de conveniência da estação de serviço, tendo causado prejuízos de centenas de euros.

As caixas de papelão ainda com os vidros estilhaçados pelo disparo. Foto: O MINHO

Logo a seguir, o mesmo homem terá assaltado, usando a espingarda caçadeira, uma loja de conveniência da estação de serviço da Repsol, em Ferreiros, em Braga, roubando cerca de 400 euros, depois disparar um tiro de intimidação, para o ar, tendo fugido, de imediato, para local desconhecido, até que já ao início da noite desta quarta-feira foi detido pela PJ.

O MINHO apurou que o suspeito tem, a cada passo, surtos depressivos, agravados quando não toma a respetiva medicação, residindo ainda com os pais, na freguesia de Tebosa, mas a sua detenção, pela Polícia Judiciária de Braga, ocorreu na cidade de Braga.

Populares