Seguir o O MINHO

Póvoa de Lanhoso

Detido na Póvoa de Lanhoso por assédio a mulheres

Suspeito de 69 anos.

em

Foto: DR / Arquivo

A GNR deteve na Póvoa de Lanhoso um homem de 69 anos, pelo crime de ‘stalking’, consubstanciado em “perseguição” a mulheres através de cartas com teor sexual e intimidatório, anunciou hoje aquela força.

Em comunicado, a GNR refere que o suspeito enviava cartas às vítimas “de forma reiterada, pelo menos nos últimos dois anos”, tanto para as suas residências como para os seus locais de trabalho.

Dessa forma, provocava medo e um sentimento de insegurança às vítimas, “afetando gravemente a liberdade e o dia-a-dia” das mesmas.

No âmbito da investigação, a GNR deu cumprimento a um mandado de detenção e a um mandado de busca domiciliária, de que resultou a apreensão de material relacionado com aquele crime, nomeadamente cartas, fotografias e envelopes.

As vítimas são mulheres com idades compreendidas entre os 25 e os 48 anos.

O suspeito está detido desde segunda-feira nas instalações da GNR e vai hoje ser apresentado no Tribunal Judicial da Póvoa de Lanhoso, para primeiro interrogatório e aplicação das respetivas medidas de coação.

Anúncio

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem O MINHO, jornal estritamente digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O MINHO é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Inspirados na filosofia seguida pelo jornal inglês "The Guardian", um dos mais importantes órgãos de comunicação do Mundo, também nós achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler O MINHO, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar O Minho - e só demora um minuto. Obrigado.

Póvoa de Lanhoso

Sete armas apreendidas a suspeito de perseguir ex-mulher na Póvoa de Lanhoso

Mulher de 47 anos “temia pela sua própria vida”

em

Foto: GNR

A GNR apreendeu esta terça-feira várias armas de fogo e munições, na Póvoa de Lanhoso, na sequência de uma denúncia de violência doméstica, informou hoje o Comando Territorial de Braga.

Numa nota enviada a O MINHO, aquela força de segurança refere que a apreensão resultou da queixa apresentada por uma mulher de 47 anos, que era “perseguida pelo seu ex-marido e que temia pela sua própria vida”, uma vez que o homem possuía aquele conjunto de armas.

Na sequência dessa denúncia, a GNR da Póvoa de Lanhoso levou a cabo uma investigação que culminou no cumprimento de um mandado de busca à residência do suspeito, da qual resultou a apreensão de sete armas – duas caçadeiras, duas espingardas de ar comprimido, dois revolveres e uma carabina – e 350 munições – 171 cartuchos, calibre 12 e 179 munições de diferentes calibres.

O suspeito foi constituído arguido e sujeito a termo de identidade e residência.

Os factos foram comunicados ao Tribunal Judicial da Póvoa de Lanhoso.

Continuar a ler

Póvoa de Lanhoso

Hospital da Misericórdia da Póvoa de Lanhoso com aumento de 40% na produção cirúrgica em 2018

Consultas abertas e consultas de especialidade também aumentaram

em

Foto: Misericórdia da Póvoa de Lanhoso

O Hospital da Misericórdia da Póvoa de Lanhoso registou, em 2018, um aumento de 40% na produção cirúrgica em relação a 2017, prevendo para este ano um novo aumento, superior a 25%, anunciou hoje aquela instituição.

Em comunicado, a Misericórdia da Póvoa de Lanhoso acrescenta que em 2018 se verificaram também aumentos de 13% na consulta aberta e de 20% nas consultas de especialidade.

No que se refere às cirurgias, a Misericórdia diz que o aumento se deve, essencialmente, ao crescimento “exponencial” do fluxo de vales cirurgia e notas de transferência (NT) recebidos enquanto hospital de destino, fruto do protocolo SIGIC (Sistema Integrado de Gestão de Inscritos para Cirurgia).

Citado no comunicado, o provedor da Santa Casa da Misericórdia da Póvoa de Lanhoso, Humberto Carneiro, refere que o crescimento é o resultado do “aumento da confiança” da população no hospital, “reforçando a validade do investimento feito, que proporcionou notórias melhorias nas condições de trabalho e de prestação de serviços”.

Continuar a ler

Póvoa de Lanhoso

Autarquia da Póvoa de Lanhoso lamenta morte em obra de alargamento da rede de saneamento

Acidente de trabalho em Campos

em

Foto: Divulgação / Arquivo

A Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso lamentou hoje a morte do trabalhador que ficou soterrado numa vala, em Campos, freguesia daquele concelho.

Num comunicado enviado a O MINHO, a autarquia adianta que a o acidente de trabalho aconteceu no decorrer da empreitada de alargamento da rede de saneamento na União de Freguesias de Campos e Louredo, obra adjudicada pelo Município.

Trabalhador morre soterrado na Póvoa de Lanhoso

“Um acontecimento trágico que muito lamentamos, pelo que endereçamos desde já as condolências à família”, refere.

A autarquia diz estar disponível para prestar toda a colaboração necessária para que as autoridades possam “avaliar as circunstâncias e eventuais responsabilidades deste acidente”.

Continuar a ler

Populares