Seguir o O MINHO

Futebol

Desportivo das Aves SAD desiste do Campeonato de Portugal

Futebol

em

Foto: DR / Arquivo

O Desportivo das Aves SAD vai abdicar da participação no Campeonato de Portugal (CdP) de futebol, após ter falhado até terça-feira as negociações com o Perafita para utilizar as instalações do clube de Matosinhos.


“As inscrições fechavam ontem [terça-feira] e nenhum atleta foi inscrito devido às dívidas antigas da SAD. O Aves SAD não vai competir esta época. Fecho definitivo de portas? Não fazemos ideia do futuro”, explicou à agência Lusa fonte do clube.

Os avenses foram autorizados a usar as instalações do Perafita para arrancar em 11 de setembro os trabalhos de pré-época com 17 jogadores, sob orientação de Paulo Gentil, ex-treinador do clube matosinhense, numa altura em que equacionavam a fusão com o emblema da I Divisão Distrital da Associação de Futebol do Porto.

“Ontem [terça-feira] tinha sido o último dia para que o acordo de arrendamento do estádio para treinos e jogos se realizasse. Como as condições impostas pelo Perafita não foram cumpridas, informamos que, a partir de hoje, não existe mais qualquer margem de negociação com a Aves SAD”, lê-se em comunicado emitido pela direção de Pedro Vaz.

O emblema do concelho de Santo Tirso estava impossibilitado de inscrever jogadores e viu negado o pedido de adiamento do jogo de estreia no CdP, falhando no domingo a visita ao Berço, que pode significar uma derrota administrativa e a dedução de pontos, antes do duelo com o Felgueiras 1932 para a primeira ronda da Taça de Portugal.

“A equipa estava preparada para o próximo jogo e fomos todos surpreendidos. Por questões logísticas, processuais e económicas, transmitiram-nos que o clube não teria condições para competir no Campeonato de Portugal. Lamento pelos atletas valorosos que cá estavam, mas fica a frustração”, partilhou à Lusa o treinador Paulo Gentil.

O Aves SAD reprovou em julho os requisitos de licenciamento nas provas profissionais de 2020/21 junto da Liga de clubes e dispensou o recurso para o Conselho de Justiça da Federação Portuguesa de Futebol, na sequência de uma temporada assinalada por sucessivos incumprimentos salariais e culminada com a descida no relvado à II Liga.

A estrutura liderada pelo chinês Wei Zhao tem sido acompanhada pelo administrador judicial provisório António Dias Seabra e beneficia de um Processo Especial de Revitalização (PER), que reparte dívidas de 17,1 milhões de euros por 110 credores.

Já a entidade fundadora, presidida por António Freitas e responsável por ações de destituição e despejo dos órgãos sociais da SAD no Tribunal da Comarca de Santo Tirso, inscreveu uma equipa sénior na II Divisão distrital da Associação de Futebol do Porto.

O Desportivo das Aves SAD (série B) junta-se ao Armacenenses (série F) no lote de desistentes após o sorteio do Campeonato de Portugal, que registou nove adiamentos e três faltas de comparência face aos 47 jogos programados da primeira jornada.

De acordo com o artigo 68.º do Regulamento Disciplinar do órgão federativo, “o clube que não compareça injustificadamente em dois jogos oficiais consecutivos ou três interpolados é sancionado com impedimento de participação em competição entre uma e três épocas desportivas e cumulativamente com multa entre 10 e 20 unidades de conta”.

Anúncio

Futebol

Governo proíbe público no SC Braga-AEK (com mais de 1.500 bilhetes já vendidos)

Covid-19

em

Foto: DR

O Governo vai anunciar que o jogo entre o SC Braga e o AEK, marcado para esta quinta-feira, em Braga, não vai poder ter público nas bancadas, ao contrário do anunciado pela UEFA.

De acordo com a SIC Notícias, e várias outras fontes consultadas por O MINHO, a decisão surge devido ao aumento do número de casos covid-19 no Norte do país.

Recorde-se que a UEFA tinha anunciado que seria permitida a presença de adeptos neste jogo, desde que apenas fosse ocupado 30% da lotação do recinto.

Após esse anúncio, o SC Braga colocou à venda 4.500 bilhetes, com 1.500 já vendidos até ao dia de ontem.

No entanto, e segundo a SIC Notícias, essa venda já foi interrompida.

O jogo, o primeiro da fase de grupos da Liga Europa, estava marcado para as 20:00 horas de quinta-feira, em Braga.

Continuar a ler

Futebol

“Ainda não marquei, mas creio que as coisas acontecerão normalmente”

Paulinho confiante para receção ao AEK

em

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

O ponta-de-lança Paulinho destacou hoje a boa expectativa e a ambição do SC Braga na Liga Europa de futebol, prova na qual se estreia esta época na quinta-feira, na receção ao AEK Atenas.

“As expectativas são boas, a ambição também, mas o passado para nada conta, temos um treinador diferente, ideias totalmente diferentes, temos uma base boa e queremos fazer uma boa fase de grupos”, declarou na antevisão da partida com os gregos, da primeira jornada do grupo G.

Paulinho disse esperar um adversário “forte” que, embora “possa não ser muito conhecido cá, tem excelentes executantes, com uma qualidade técnica muito boa”.

O jogador, de 27 anos, frisou que “não importa criar ilusões ou metas” antes da competição se iniciar e “sem, primeiro, ganhar dentro de campo”.

A partida com o equipa helénica será a primeira com público nas bancadas do Estádio Municipal de Braga (no máximo 4.500 espetadores, 15 % da lotação) desde há sete meses e meio, por causa da pandemia de covid-19, e Paulinho disse esperar que isso possa acontecer também internamente, porque “o público acaba por ser a essência do jogo”.

“Há estádios onde o público faz a diferença. Pode ser um bom teste para o futebol português e para as pessoas responsáveis pela ausência de público em Portugal perceberem que, os adeptos comportando-se, pode haver público no estádio também em jogos do campeonato”, afirmou.

Melhor marcador da equipa na temporada passada, com 25 golos em todas as competições, Paulinho ainda não marcou esta época, mas mostrou tranquilidade nesse aspeto.

“Ainda não marquei, mas creio que as coisas acontecerão normalmente, não vamos fazer disso um drama. Esta forma de jogar da equipa favorece-me mais, com mais posse de bola, criámos muitas situações de golo, falta melhorar a finalização”, notou.

À espera da primeira internacionalização, Paulinho sublinhou que não lhe compete “questionar as escolhas do selecionador [Fernando Santos], que tem feito um trabalho extraordinário, com resultados incríveis”.

“Vou continuar a fazer o meu trabalho para ser uma dor de cabeça e um dia poder ser opção”, disse.

Paulinho, que renovou esta semana o seu contrato até 2025, afirmou que continuará “no mesmo sentido, a trabalhar mais e melhor, e a querer ser mais e melhor”.

“O mercado já chegou ao fim, mas isso nunca me tirou o foco, nem a vontade de trabalhar, nem de representar este clube”, assegurou.

SC Braga e AEK Atenas defrontam-se a partir das 20:00 de quinta-feira, no Estádio Municipal de Braga, jogo que será arbitrado pelo francês Ruddy Buquet.

Continuar a ler

Futebol

Carvalhal espera AEK “forte” mas SC Braga está “extremamente motivado”

Liga Europa

em

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

O treinador do SC Braga, Carlos Carvalhal, disse hoje esperar um AEK Atenas “forte”, na quinta-feira, mas frisou a importância de começar a ganhar no grupo G da Liga Europa de futebol.

Os bracarenses voltam a encontrar o adversário que ‘apadrinhou’ a sua estreia nas competições europeias, então na extinta Taça dos Vencedores das Taças, há 54 anos (1966), e Carlos Carvalhal espera um AEK “forte, que na Liga Europa não perde [fora] desde 2011, e participou em várias edições, e não sofre golos nos últimos 10 jogos”.

“Isso já ilustra as dificuldades que vamos encontrar. Defende bem, tem um treinador italiano [Massimo Carrera], é forte nas bolas paradas e no contra-ataque, mas preparámo-nos bem”, enumerou o técnico na antevisão da partida.

Por isso, Carlos Carvalhal quer um SC Braga “empenhado” em ‘matar’ esses “‘borregos'” e mostrou confiança na sua equipa.

“Estamos no bom caminho, com um forte pendor ofensivo, estamos a criar oportunidades de golo e queremos dar sequência a isso, temos um conhecimento profundo do AEK e estamos extremamente motivados para este jogo”, disse.

Máscara e distanciamento obrigatórios no regresso do público ao estádio de Braga

O treinador defendeu que o Leicester está “num patamar diferente” no grupo G, o que não lhe garante desde logo a passagem à fase seguinte, porque “os jogos têm que ser disputados”, e que as “outras três [equipas] equivalem-se”, lembrando também os ucranianos do Zorya, que eliminaram os minhotos há duas temporadas na mesma competição.

O técnico considerou que a experiência acumulada pelos bracarenses na Liga Europa nos últimos anos é importante.

“A experiência é viver uma situação. Por exemplo, vir pela primeira vez a uma conferência de imprensa pode causar ansiedade, mas depois passa a ser uma normalidade, estamos mais calmos para lidar com a situação. Ajuda ter jogadores com experiências internacionais, e bem sucedidos em muitos jogos, sim”, sustentou.

Frisando que, “no futebol, vencer é tudo”, Carlos Carvalhal notou que “a pressão num clube como o Braga é sempre a mesma, vencer os jogos”, e considerou ser importante ganhar o primeiro jogo “num torneio destas características”, uma fase de grupo de seis jogos, ainda que desvalorizando o fator casa.

“Sem público, os jogos acabam por ser em campo neutro, tem um peso relativo jogar em casa ou fora”, disse.

O treinador garantiu ainda que não mudou de sistema de jogo, mas apenas de dinâmicas.

“Nestes quatro jogos, não modificámos nunca a nossa forma de jogar, foi apontada mudança de sistema, mas a identidade é a mesma, fizemos foi evoluir o nosso sistema. Não queremos que a nossa equipa comece a primeira jornada de uma forma e à 20.ª esteja na mesma”, afirmou.

Gaitán começou a trabalhar com a equipa totalmente integrado, após lesão, apenas na segunda-feira, e será um dos 23 jogadores chamados por Carvalhal, “mas não está ao seu melhor nível” e não deverá ser opção para o técnico.

Rui Fonte, a recuperar de cirurgia ao joelho esquerdo, é o único indisponível.

SC Braga e AEK Atenas defrontam-se a partir das 20:00 de quinta-feira, no Estádio Municipal de Braga, jogo que será arbitrado pelo francês Ruddy Buquet.

Continuar a ler

Populares