Seguir o O MINHO

Viana do Castelo

“Desapareceram muitas coisas nos estaleiros de Viana, até gruas “, diz ministro da Defesa

em

Foto: DR/Arquivo

Azeredo Lopes, ministro da Defesa, esteve no debate sobre o orçamento para 2018, e fez uma revelação sobre desaparecimentos nos estaleiros de Viana de Castelo. O político disse que as razões estão a ser apuradas.

Tenho sinais muito preocupantes quanto à forma como foi desenvolvido, ou não desenvolvido, o processo de liquidação. Desapareceram literalmente muitas coisas, até gruas“, disse o ministro.

Lopes afirmou ainda que prevê que muitos destes aspetos acabem serenamente na Procuradia-Geral da República, referindo-se sobre o assunto que se arrasta e envolve queixas da eurodeputada Ana Gomes (PS) ou processos judiciais e pedidos de levantamento da sua imunidade parlamentar interposto por José Pedro Aguiar-Branco, seu antecessor.

Azeredo Lopes deu o exemplo do aço comprado para construir dois navios asfalteiros para a Venezuela e que nunca chegaram a ser produzidos.

O processo do aço é um processo dos mais desagradáveis. Esse aço foi adquirido à Macedónia sem cumprimento básico de regras quanto à qualidade do aço, quanto ao número de folhas de aço, quanto ao inventário disso. Vim a descobrir recentemente que quando falávamos de aço estávamos a falar de uma abstração muito preocupante“.

“Pela primeira vez está a ser feito o trabalho de desagregar as diferentes folhas de aço para ver qual é a sua qualidade e qual é o seu valor de mercado“.

Populares