Seguir o O MINHO

Braga

Desacatos e arma proibida fizeram duas detenções ao longo de três dias de Noite Branca

em

PSP de Braga

Dois detidos é o saldo de três dias de Noite Branca na cidade de Braga. Segundo comunicado da PSP de Braga, as detenções estão relacionadas com desacatos e posse de arma proibida.

Uma das situações aconteceu no dia 3 de setembro, pelas 05:50 horas, na Rua do Chãos. A PSP deteve um cidadão de 21 anos de idade, por tentativa de agressão, ameaça e coação a agente de autoridade.

“Em patrulhamento na artéria identificada, o agente que se encontrava de serviço ao evento, constatou que estavam a decorrer desacatos entre dois indivíduos, tendo de imediato se dirigido para o local. No decorrer da intervenção policial, o suspeito resistiu ativamente, tendo agredido um dos polícias e proferindo vários insultos”, confirma a PSP.

Já no dia 2 de setembro a PSP na Rua Doutor Justino Cruz, e também no âmbito do policiamento à Noite Branca, deteve um cidadão com 22 anos de idade, por ter em sua posse uma arma proibida (soqueira), que lhe foi aprendida.

Em ambos os casos os indivíduos foram presentes ao Tribunal de Braga.

“O Comando Distrital da Polícia de Segurança Pública de Braga, através do seu efetivo garantiu o policiamento a mais uma edição da Noite Branca, que se realizou de 01 a 03 de setembro 2017, na cidade de Braga, contribuindo assim para que o evento decorresse em segurança e tenha resultado num inegável êxito“, avalia a PSP, acrescentando que “neste policiamento foram empenhadas várias valências da PSP”.

“Nomeadamente ao nível da ordem pública, proximidade, investigação criminal, trânsito, fiscalização administrativa e segurança privada”, frisa em nota de imprensa a PSP.

Populares