Dérbi Sporting-Benfica com a emoção extra de poder decidir campeão

Foto: SL Benfica / Arquivo

O dérbi entre Sporting e Benfica anima no domingo a 33.ª e penúltima jornada da I Liga de futebol, com a emoção extra de poder decidir o campeão, já que as ‘águias’ estão a uma vitória do título.

Este é o cenário, teoricamente, mais lógico, em que o Benfica depende de si para ser campeão nesta ronda, mas a festa ‘encarnada’ até poderá acontecer muito antes da entrada em campo, ainda no sábado, se o rival FC Porto perder na visita a Famalicão.

Um contexto pouco provável, mas que deixaria o Benfica campeão, face aos quatro pontos de vantagem que a equipa tem para os ‘dragões’ e quando estes teriam apenas mais um jogo para realizar, na última ronda (receção ao Vitória SC).

Outras contas que darão um Benfica campeão já nesta jornada podem passar por um empate dos ‘encarnados’, se o FC Porto não conseguir também mais do que uma igualdade no sábado.

No dérbi, o guarda-redes espanhol Adán deverá ficar de fora das opções no Sporting, depois de ter sido expulso na última jornada, enquanto Chermiti tem figurado no boletim clínico, devido a uma lombalgia, bem como St. Juste.

As contas do título passam este fim de semana pelo Estádio José de Alvalade, mas podem, igualmente, ser adiadas para a última ronda, se o FC Porto fizer em Vila Nova de Famalicão melhor do que o Benfica em Alvalade.

O FC Porto ainda tem o Sporting de Braga em perseguição, a cinco pontos, embora não se perspetive um ‘descalabro’ dos ‘dragões’, que permitisse aos minhotos chegarem nestas duas últimas jornadas ao segundo lugar, de acesso direto à Champions.

O SC Braga, que visita no sábado o Boavista (18:00), tem também a preocupação de segurar a terceira posição, quando ainda está sob ameaça do Sporting, num cenário em que um triunfo no Bessa resolve a questão para a formação de Artur Jorge.

Na outra ponta da classificação, a certeza é que dois dos três últimos – Marítimo, Paços de Ferreira e Santa Clara – não vão escapar à descida à II Liga e são estes que ainda se tentam agarrar ao play off de manutenção (03 e 11 de junho).

O Marítimo ocupa para já essa posição, a 16.º, com 23 pontos, enquanto o Paços é 17.º, com 20, e o Santa Clara, 18.º e último, com 19.

A jornada abre na sexta-feira com a receção do Marítimo ao Vizela e pode, desde logo, definir a situação: se os insulares vencerem, asseguram o play off, a disputar com o terceiro da II Liga (Farense ou Estrela da Amadora), e ‘despromovem’ de imediato Paços de Ferreira e Santa Clara.

O Santa Clara recebe nesta 33.ª jornada o Portimonense (15:30, horas de Lisboa), no sábado, e o Paços de Ferreira o Rio Ave (18:00), no domingo.

Na luta pelos lugares europeus, o Vitória SC já assegurou a presença na Liga Conferência Europa, embora ainda falte determinar em que posição, quinto ou sexto, face à distância de dois pontos para o Arouca.

Os vimaranenses recebem no domingo o tranquilo Gil Vicente (14.º) e o Arouca no sábado o Desportivo de Chaves (7.º), que abdicou da ida à Europa, optando por não se inscrever.

A duas jornadas do final, esta luta inclui ainda o Famalicão, oitavo, mas com a equipa, que recebe o FC Porto, a distantes cinco pontos do Arouca, sexto.

Programa da 33.ª jornada:

– Sexta-feira, 19 mai:

Marítimo – Vizela, 20:15

– Sábado, 20 mai:

Santa Clara – Portimonense, 14:30 locais (15:30, horas de Lisboa)

Arouca – Desportivo de Chaves, 15:30

Boavista – SC Braga, 18:00

Famalicão – FC Porto, 20:30

– Domingo, 21 mai:

Vitória SC – Gil Vicente, 15:30

Casa Pia – Estoril Praia, 18:00

Paços de Ferreira – Rio Ave, 18:00

Sporting – Benfica, 20:30

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

Mourinho "estava à frente" de todos no duplo êxito europeu do FC Porto

Próximo Artigo

FC Porto ergueu Taça UEFA há 20 anos numa final dramática sob calor sevilhano

Artigos Relacionados
x