Deputado quer despejar inquilinos de edifício histórico no centro de Braga

Edifício onde ficava a antiga livraria Mavy

O Grupo de Trabalho — Habitação, Reabilitação Urbana e Políticas da Cidade da Assembleia da República, liderado pelo deputado Hugo Pires, do PS, quer despejar os inquilinos de uma cafetaria e galeria de arte no centro histórico de Braga, que fica num imóvel classificado, e que tem contrato de arrendamento até 2034.

O espaço foi arrendado em 2012 pelos antigos proprietários. A CRIAT Imobiliária adquiriu em 2015, e desde 2017 está a tentar despejar os arrendatários, segundo avança o Jornal Económico.

O edifício em questão, onde ficava a antiga livraria Mavy, está classificado como imóvel de interesse público e património da cidade de Braga. A empresa que comprou o espaço pretende abrir um negócio de alojamento local, segundo os actuais inquilinos.

Segundo avança o jornal, metade do capital social da CRIAT será detido por Hugo Pires. No entanto, o deputado nega a informação e afirma ser sócio minoritário. O política também nega a existência de uma acção de despejo, mas que está prevista a entrega do espaço por ordem judicial.

Hugo Pires também não confirma que o espaço será transformado num alojamento local, mas que será destinado a habitação permanente e comércio. O deputado também recusou a incompatibilidade entre a função de política e empresário neste caso.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

Câmara de Viana assume ter cortado a luz do Prédio Coutinho

Próximo Artigo

Operadora de jogos online é o novo "main sponsor" do Braga

Artigos Relacionados
x