Seguir o O MINHO

Viana do Castelo

Deputada do CDS questiona Governo sobre salários em atraso no hospital de Viana

em

Foto: DR/Arquivo

A deputada Ilda Araújo Novo (CDS-PP) questionou o ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes, sobre alegados atrasos no pagamento de algumas remunerações e demissões de diretores de serviço do Hospital de Santa Luzia, Viana do Castelo.

A deputada do CDS-PP quer que o Ministro confirme se há atrasos em pagamentos de remunerações por falta de verbas, e se sim, quais os montantes em causa e a quantos profissionais, e ainda se esta falta de verbas está relacionada com cativações na área da saúde e que medidas estão a ser tomadas para resolver de imediato a situação.

“Ilda Araújo Novo questiona também se o ministro da Saúde está em condições de assegurar que as recentes demissões de cinco diretores de Serviço daquele hospital não colocam em causa o seu funcionamento, nem prejudicam a qualidade do atendimento aos utentes, e quer saber que medidas foram já tomadas para a substituição destes Diretores de Serviço, por forma a não prejudicar o bom funcionamento dos serviços”, diz a deputada em nota enviada à comunicação social.

“Estas demissões representam um grave prejuízo para o regular funcionamento do Hospital de Santa Luzia, e da própria Unidade Local de Saúde do Alto Minho (ULSAM), vital para a população de Viana do Castelo”.

A ULSAM é constituída pelo Hospital de Santa Luzia, em Viana do Castelo, e pelo Hospital Conde de Bertiandos, em Ponte de Lima. Integra ainda 13 centros de saúde, uma unidade de saúde pública e duas de convalescença, e serve uma população residente superior a 250 mil pessoas. No total, a ULSAM emprega mais de 2.500 profissionais.

Populares