Seguir o O MINHO

Futebol

“Demonstrámos personalidade e identidade na primeira parte”

Rui Pedro Silva

em

Imagem: FC Famalicão

Declarações após o jogo Marítimo – Famalicão (0-1), da 23.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, disputado hoje no Funchal.

– Rui Pedro Silva (treinador do Famalicão): “Demonstrámos personalidade e identidade na primeira parte e a vantagem que levamos para o intervalo é merecida, dispusemos de mais situações de golo e podíamos ter concretizado mais ainda.

Houve um penálti e o Marítimo podia ter empatado, mas como já disse anteriormente, às vezes o futebol dá e outras vezes tira, também nos tirou em Alvalade, hoje deu-nos, há um equilíbrio normal.

No início da segunda parte não entrámos tão bem e permitimos algumas ações ofensivas do Marítimo, que não são normais da nossa parte, mas, obviamente, que o Marítimo também tem uma boa equipa e sempre disse que seria um bom jogo de futebol.

Passados 15, 20 minutos ajustámos e voltámos a ter o controlo do jogo e nesse período faltou-nos arriscar mais e marcar o segundo golo, mas acho que o resultado é justo.”

– Vasco Seabra (treinador do Marítimo): “Foi um jogo, curiosamente, melhor quando tivemos com menos um jogador. Não entrámos bem e fizemos uma primeira parte abaixo daquilo que tem sido o nosso habitual.

O momento-chave acaba por ser o penálti. Se conseguíssemos fazer o empate, íamos para o intervalo, provavelmente, sem a expulsão e conseguiríamos ser mais audazes na segunda parte.

[Jogo em que o Marítimo criou menos situações de perigo] Foi o jogo onde tivemos menos capacidade para conseguir cercar a baliza e penso que isso teve a ver com uma menor frescura e momentos em que a equipa não teve tanto discernimento para se chegar à frente. Não teve nada a ver com falta de atitude ou postura, porque a esse nível os meus jogadores são sempre fantásticos”.

EM FOCO

Populares