Seguir o O MINHO

Região

Delegação brasileira ‘sente’ o Minho durante cinco dias

A Hotéis Rurais de Portugal está a proporcionar experiências rurais a estrangeiros

em

A Associação de Hotéis Rurais de Portugal organiza de hoje até dia 15 de fevereiro a primeira missão inversa internacional no âmbito da campanha “Portuguese Rural Experiences 360º”, que tem como objetivo a promoção e divulgação do turismo rural enquanto destino de excelência com experiências  durante todos os dias do ano.

Ao longo de 5 dias, uma delegação oriunda do Brasil constituída por jornalistas, bloggers, agentes e operadores turísticos, terá a oportunidade de explorar a Região Norte e Centro do país e vivenciar autênticas experiências rurais (alojamento, gastronomia e animação turística) no Alto Minho, Alto Tâmega, Área Metropolitana do Porto, Cávado Douro e Montanhas Mágicas.

A missão inversa terá início no dia 11 de fevereiro, pelas 10:15, com uma receção do Presidente do presidente do Turismo do Porto e Norte de Portugal, Luís Pedro Martins, no Porto Welcome Center (Palácio da Cardosas).

A campanha de internacionalização “Portuguese Rural Experiences 360º” associa as quatro estações do ano com os elementos ar, água, terra e fogo e relaciona-as com quatro conceitos de experiências: explorar, sentir, viver e saborear.

A Hotéis Rurais de Portugal tem sede em Vila Nova de Famalicão.

Anúncio

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem O MINHO, jornal estritamente digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O MINHO é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Inspirados na filosofia seguida pelo jornal inglês "The Guardian", um dos mais importantes órgãos de comunicação do Mundo, também nós achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler O MINHO, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar O Minho - e só demora um minuto. Obrigado.

Famalicão

Famalicão conta história do líder da Oposição Democrática, Armando Bacelar, no ano do seu centenário

Mesa redonda conta com a participação das filhas Eva e Manuela Bacelar

em

Foto: CM Famalicão / Sérgio Valente

Armando Bacelar é um dos nomes mais relevantes do concelho de Vila Nova de Famalicão. Advogado, político antifascista, ministro, crítico literário e poeta notabilizou-se a nível nacional como líder da Oposição Democrática à ditadura do Estado Novo, conjugando a sua ação política com a dinamização cultural e literária.

Hoje, às 17:30, no Arquivo Municipal Alberto Sampaio, conta-se a história desta figura nascida em 1919 e falecida em 1998.

Inserida no âmbito das comemorações do 25 de Abril, a mesa redonda conta com a participação das filhas de Armando Bacelar, Eva e Manuela Bacelar.

Estarão ainda presentes a investigadora Filipa Sousa Lopes, que irá abordar a faceta de “político”, Joaquim Loureiro irá falar sobre o “advogado”, será ainda lido um texto de Amadeu Gonçalves que aborda a caraterística de “crítico literário e teórico do Neorealismo” de Armando Bacelar e estará ainda presente Artur Lopes.

A conferência será moderada pelo historiador Artur Sá da Costa.

Segundo nota municipal, “Armando Bacelar participou em todos os combates políticos relevantes no pós-guerra até à Revolução do 25 de Abril de 1974. Ainda estudante na Academia de Coimbra colaborou com os escritores Fernando Namora, José Gomes Ferreira, João José Cochofel, Joaquim Namorado na criação da revista Vértice e no lançamento do Novo Cancioneiro, donde emerge o Movimento literário e artístico do neorrealismo”.

“A advocacia que exerceu desde 1944 com o escritório em Famalicão foi também um instrumento de luta política na defesa dos presos políticos nos tribunais plenários. Foi ministro dos Assuntos Sociais no I Governo Constitucional. Em 1996 foi agraciado com a Grã-Cruz da Ordem do Infante D. Henrique”, acrescenta ainda o mesmo comunicado.

Continuar a ler

Barcelos

Galo de Barcelos vence prémio Cinco Estrelas Regiões

Escolha foi feita através de um inquérito nacional com nomeações diretas pela população

em

Foto: CM Barcelos

O Galo de Barcelos está entre os nove vencedores do distrito de Braga da 2.ª edição do Prémio Cinco Estrelas Regiões, destacando-se na categoria “Artesanato”.

Segundo nota municipal, “o Prémio Cinco Estrelas Regiões é um sistema de avaliação que distingue marcas, produtos e serviços de grande relevo regional, assim como os principais recursos patrimoniais que caracterizam e valorizam o país”.

Baseado no conceito e sistema de avaliação Cinco Estrelas, este prémio pretende “não só reconhecer empresas portuguesas que se diferenciam a nível regional”, como também “identificar o que de melhor existe em Portugal ao nível de recursos naturais, gastronomia e vinhos, arte e cultura, monumentos e património, aldeias, vilas de cidades e outros ícones de referência e interesse nacional”, refere a mesma nota.

As marcas, produtos e serviços regionais são apurados recorrendo “à metodologia dos Prémios Cinco Estrelas” que “mede o grau de satisfação global dos consumidores alvo, tendo em conta os principais critérios que influenciam a sua decisão de compra ou adesão”.

Através de um inquérito nacional, “com nomeações diretas pela população”, são também identificados os ícones regionais de referência nacional mais relevantes para os portugueses, ao nível de elementos culturais, recursos naturais, monumentos e património, aldeias/vilas e cidades, gastronomia e produtos naturais e típicos do nosso país.

Continuar a ler

Braga

Taxistas vão usar “roupa inteligente” made in Braga

Kit facultativo para taxistas faz parte do projeto Izzi Move, ‘app’ desenhada pela Antral para se modernizar e dar resposta a plataformas como a Uber

em

Foto: Facebook de Izzi Move

A Associação Nacional de Transporte Rodoviário em Automóveis Ligeiros (ANTRAL) apresentou esta terça-feira, em Lisboa, uma aplicação (app) de mobilidade, em que os taxistas vão utilizar uma “roupa inteligente” produzida em Braga, pela empresa Latino, com sede no Parque Industrial de Adaúfe.

A app Izzi Move foi lançada para os taxistas concorrerem diretamente com plataformas como MyTaxi, Uber, Bolt ou Kapten, e vai ter âmbito nacional.

Além de utilidades como filtro de viaturas, locais de referência, diferentes meios de pagamento, estimativa de custo e tempo real, a aplicação sugere aos taxistas uma roupa facultativa, em que faz parte um fato, blusão, parka, camisa, colete, gravata e sapatos.

Foto: Divulgação

O kit, produzido pela Latino, de Braga, pode fornecer informações sobre a localização da pessoa e, por exemplo, o ritmo cardíaco, a temperatura exterior do corpo e até a transpiração.

Imagem: Google Maps

Fundada em 1986, a Latino Group é uma empresa têxtil portuguesa, originalmente especializada na produção de uniformes e equipamentos tácticos para as forças militarizadas, segundo se apresenta no seu site na Internet. Com a aquisição de conhecimentos técnicos avançados sobre a produção têxtil, a empresa, lê-se em latinogroup.net, depressa avançou para outras áreas como o vestuário técnico-profissional.

Continuar a ler

EM FOCO

Anúncio

ÚLTIMAS

Patrocinado

Reportagens da Semana

Populares