Seguir o O MINHO

Fafe

Daniel Bastos apresentou livro dedicado à emigração portuguesa em Bruxelas

em

Emigrante português à chegada à Gare de Paris, em 1965. ©Gerald Bloncourt

O historiador Daniel Bastos, de Fafe, apresentou, esta sexta-feira, o livro “Gérald Bloncourt – O olhar de compromisso com os filhos dos Grandes Descobridores”, da sua autoria,na Embaixada de Portugal em Bruxelas, na Bélgica, numa sessão que encheu a Sala Damião de Goes, e que esteve a cargo do editor da revista Orfeu, Joaquim Pinto da Silva, e da socióloga das migrações Maria Beatriz Rocha-Trindade.

Da esquerda para a direira: o historiador Daniel Bastos, a socióloga  Maria Beatriz Rocha-Trindade, o embaixador António Alves Machado, o fotógrafo Gérald Bloncourt e o editor Joaquim Pinto da Silva. DR

A obra foi concebida a partir do espólio do conhecido fotógrafo, que imortalizou a gesta da emigração lusitana para França nos anos 60 e 70, presente na sessão de apresentação, assim como vários representantes da comunidade e diplomacia portuguesa na capital da Europa, como o Embaixador de Portugal na Bélgica, António Vasco Alves Machado, e a coordenadora da rede de ensino na Bélgica, Carina Gaspar.

Público presente na sessão. DR

“O livro traduzido para português e francês pelo docente Paulo Teixeira, com posfácio da petite portugaise Conceição Tina, e prefaciado pelo reputado pensador Eduardo Lourenço, reúne memórias, testemunhos e mais de centena e meia de fotografias originais da maior importância para a história portuguesa do último meio século”, conta o historiador.

No decurso da sessão, que contou com a presença do consagrado fotógrafo, todos foram unânimes em considerar que as fotografias de Gérald Bloncourt retratam um período marcante da história da emigração portuguesa.

Foto: Gérald Bloncourt

Segundo Daniel Bastos, a edição do espólio fotográfico de Gérald Bloncourt constitui “um justo reconhecimento aos protagonistas anónimos da história portuguesa que lutaram aquém e além-fronteiras pelo direito a uma vida melhor e à liberdade”.

A sessão de apresentação incluiu uma prova de vinho de Porto, promovida pela De Wijn Fontein Bvba – A Fonte do Vinho, uma empresa portuguesa sediada na Bélgica que se dedica à distribuição de produtos nacionais.

Populares