Seguir o O MINHO

Futebol

Dalot na origem de penálti que deu apuramento ao Manchester United na Liga dos Campeões

Remate do futebolista bracarense foi embater na mão de um jogador do Paris Saint Germain e, já ‘fora de horas’, os ingleses marcaram de penálti

em

Uma grande penalidade convertida por Rashford, em tempo de compensação, permitiu esta terça-feira ao Manchester United dar a volta à eliminatória com o Paris Saint-Germain (3-1) e apurar-se para os quartos de final da Liga dos Campeões de futebol.

Três semanas depois da derrota em Old Trafford, por 2-0, e com inúmeros jogadores ausentes por lesão, os ‘red devils’ começaram a operar a reviravolta no Parque dos Príncipes logo aos dois minutos, por intermédio do belga Romelu Lukaku, que aproveitou um erro do alemão Kherer para se isolar e bater Buffon.

O PSG, ainda ‘órfão’ de Neymar, lesionado, iria empatar o jogo aos 12 minutos, através do espanhol Juan Bernat, só que, aos 30 minutos, o experiente guardião italiano ‘Gigi’ Buffon teve uma má abordagem a um remate de Rashford e deixou a bola à mercê para Lukaku bisar.

A formação de Manchester continuava em desvantagem na eliminatória e, quando pouco ou nada o fazia prever, beneficiou de uma grande penalidade, aos 90+3 minutos.

O internacional sub-21 português Diogo Dalot, que tinha rendido o lesionado Eric Bailly, aos 36 minutos, rematou e a bola foi embater na mão de Kimpembe. Na conversão, Rashford, de 21 anos, não ‘tremeu’ no frente-a-frente com Buffon, de 41, e colocou os ingleses nos ‘quartos’.

Lance foi analisado com a ajuda do VAR. Foto: DR

Os ‘red devils’ voltam a marcar presença nos quartos de final da prova ‘milionária’ cinco anos depois, enquanto o Paris Saint-Germain cai nos ‘oitavos’ pelo terceiro ano seguido, depois de ter sido eliminado por FC Barcelona (2016/17) e Real Madrid (2017/18).

EM FOCO

Populares