Seguir o O MINHO

Actual

D.A.M.A atuam a 21 de março no centro cultural de Viana

Concerto marcado para as 22:00

em

Foto: musica-portuguesa.com / DR

A banda pop D.A.M.A. vai atuar, no dia 21 de março no centro cultural de Viana do Castelo, informou, esta segunda-feira, a Câmara local.

No concerto, marcado para as 22:00, serão apresentadas músicas novas dos D.A.M.A que anunciaram o lançamento de um novo álbum até ao final de 2020.

Os bilhetes, para a plateia e bancada, custam 15 euros e já estão disponíveis no teatro Sá de Miranda e na BOL – Bilheteira online.

Anúncio

Actual

Rotura de conduta deixa parte de Arcozelo, em Ponte de Lima, sem água

Águas do Alto Minho

em

Foto: DR

Os moradores de Faldejães, na freguesia de Arozelo, em Ponte de Lima, estiveram um dia sem água devido à rotura de uma conduta. O abastecimento de água foi interrompido durante o dia de ontem e só hoje à tarde foi reposto.

Ao que O MINHO apurou, a Águas do Alto Minho recebeu várias reclamações de moradores daquela localidade, impedidos de realizar tarefas domésticas como cozinhar ou tomar banho.

Os técnicos da empresa deslocaram-se para o local para reparar a conduta, hoje de manhã.

Carlos Maciel, proprietário do Avarias Bar, foi um dos moradores afetados pelo corte de água. Com o bar fechado, por força da pandemia covid-19, os constrangimentos foram sobretudo de ordem doméstica.

Quando hoje de tarde, o abastecimento foi reposto, “as primeiras águas saíram muito barrentas, muito escuras, leva a crer que não têm sistemas de filtragem”, notou em conversa com O MINHO.

Continuar a ler

Actual

Mais de um milhão de infetados e 50.000 mortos em todo o mundo

Covid-19

em

Foto: DR

A pandemia de covid-19 ultrapassou hoje a barreira de um milhão de infetados e de 50.000 mortos em todo o mundo, desde dezembro, segundo o último balanço da agência France-Presse, a partir de dados oficiais.

De acordo com dados recolhidos pela agência noticiosa francesa AFP junto das autoridades oficiais dos países, já existem 1.000.036 casos de infeção, incluindo 51.718 mortes, em 188 países e territórios, principalmente nos Estados Unidos (234.462 casos, incluindo 5.607 mortes), onde a pandemia está atualmente a progredir mais rapidamente.

Itália é o país mais atingido em número de mortes, com 13.915, para 115.242 casos, segue-se a Espanha (110.238 casos, dos quais 10.003 óbitos) e a China, berço da pandemia em dezembro passado, (81.589 casos, dos quais 3.318 mortes).

A AFP avisa, contudo, que o número de casos diagnosticados reflete atualmente apenas uma fração do número real de infeções, com um grande número de países a testar apenas casos graves e com hospitalização.

Em Portugal, segundo o balanço feito hoje pela Direção-Geral da Saúde, registaram-se 209 mortes, mais 22 do que na quarta-feira (+11,8%), e 9.034 casos de infeções confirmadas, o que representa um aumento de 783 em relação a terça-feira (+9,5%).

Dos infetados, 1.042 estão internados, 240 dos quais em unidades de cuidados intensivos, e há 68 doentes que já recuperaram.

Portugal, onde os primeiros casos confirmados foram registados no dia 02 de março, encontra-se em estado de emergência desde as 00:00 de 19 de março, tendo a Assembleia da República aprovado hoje o seu prolongamento até ao final do dia 17 de abril.

Além disso, o Governo declarou no dia 17 de março o estado de calamidade pública para o concelho de Ovar.

Continuar a ler

Actual

Quase 48 mil mortos em todo o mundo

Covid-19

em

Foto: DR

A pandemia de covid-19 matou quase 48 mil pessoas em todo o mundo desde que a doença surgiu em dezembro na China, segundo um balanço da AFP às 11:00, a partir de dados oficiais.

De acordo com a agência de notícias francesa, morreram 47.993 pessoas, foram diagnosticados mais de 944.030 casos de infeção pelo novo coronavírus, que provoca a doença covid-19.

Foram consideradas curadas pelo menos 182.700 pessoas.

Itália, que registou a primeira morte ligada ao coronavírus no final de fevereiro, é o país com o maior número de mortes, 13.155 para 110.574 casos e 16.847 pessoas foram consideradas curadas pelas autoridades.

Depois de Itália, os países mais afetados são Espanha com 10.003 mortes para 110.238 casos, os Estados Unidos com 5.137 mortes (216.721 casos), França com 4.032 mortes (56.989 casos) e China continental com 3.318 mortes (81.589 casos).

A China (excluindo os territórios de Hong Kong e Macau), onde a epidemia começou no final de dezembro, registou um total de 81.589 casos (35 novos entre quarta e hoje), incluindo 3.318 mortes (seis novas) e 76.408 curados.

Também os Estados Unidos estão a ser bastante afetados pela pandemia tendo sido registadas oficialmente 216.721 infeções, 5.137 mortes e 8.672 curados.

Até às 19:00 de quarta-feira, a República Turca do Norte de Chipre (TRNC) anunciou as primeiras mortes relacionadas com o vírus.

A Europa totalizou até às 11:00 de hoje 34.574 mortes para 508.577 casos, os Estados Unidos e o Canadá 5.248 mortes (226.247 casos), Ásia 3.994 mortes (111.877 casos) e Médio Oriente 3.298 mortes (62.809 casos), América Latina e Caribe 615 mortes (22.157 casos), África 237 mortes (6.416 casos) e Oceânia 27 mortes (5.949 casos).

A AFP alerta que o número de casos diagnosticados reflete apenas uma fração do número real de infeções, já que um grande número de países está agora a testar apenas os casos que requerem atendimento hospitalar.

Continuar a ler

Populares