Seguir o O MINHO

País

Criada reserva estratégica de proteção civil para apoiar populações em caso de emergência

Política

em

Foto: DR

O Governo aprovou hoje a constituição de uma reserva estratégica de proteção civil para garantir que um conjunto de materiais e equipamentos possam responder à população em caso de emergência, como incêndios, inundações ou sismos.

A constituição desta reserva estratégica de proteção civil, que vai ser gerida pela Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), foi aprovado em Conselho de Ministros, que foi dedicado às florestas e presidido pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

No final da reunião, o ministro da Administração Interna disse aos jornalistas que esta reserva visa estruturar e garantir um conjunto de materiais e equipamentos, como tendas de campanhas e equipamentos de proteção individual, para dar respostas a uma série de ocorrências.

Eduardo Cabrita considerou a reserva estratégica fundamental e explicou que vai ser gerida pela ANEPC para dar respostas a incêndios rurais, inundações, sismos e acidentes químicos ou industriais.

O comunicado do Conselho de Ministros refere que a medida vai “garantir uma reserva de material e de equipamentos de apoio que permita uma resposta célere, adequada e eficaz quer à assistência a populações sinistradas, em Portugal ou no estrangeiro, quer à própria sustentação operacional das forças de resposta da ANEPC”.

A constituição de uma reserva estratégica de proteção civil foi um dos diplomas hoje aprovados em Conselho de Ministro com vista ao reforço da proteção civil.

Populares