Seguir o O MINHO

Viana do Castelo

Covid-19: Politécnico de Viana suspende cimeira e adia feira de emprego

Coronavírus

em

Foto: ipvc.pt / DR

O Instituto Politécnico de Viana do Castelo suspendeu a edição 2020 do evento Cimeira IPVC e adiou a feira do emprego, que decorria em simultâneo, no dia 18, e que previa a participação de mais de 10.000 visitantes.

Em comunicado enviado, esta segunda-feira, à imprensa, o politécnico da capital do Alto Minho explicou que, devido à epidemia de Covid-19, “o mais sensato é a suspensão da Cimeira IPVC e o adiamento da Feira de Emprego, uma vez que são eventos realizados em locais fechados e que envolvem uma grande concentração de pessoas”.

Na nota, o IPVC acrescenta “reconhecer o impacto da medida”, mas sublinha ser “fundamental contribuir para o controlo do surto”, tendo acionado, na última quinta-feira, o seu plano de contingência.

A nova data para a realização da feira de emprego será anunciada “quando a situação melhorar no contexto da região e do país”.

Também a Câmara de Ponte de Lima, anunciou, esta segunda-feira, o adiamento da IV Feira de Educação, Ciência e Tecnologia que deveria decorrer entre quinta-feira e domingo, no pavilhão de feiras e exposições do concelho.

Em comunicado, o município explicou que, “face ao recente cancelamento da participação de vários expositores e, também, como medida de contenção do novo coronavírus assumida pelas próprias entidades, foi decidido o adiamento da IV Feira de Educação, Ciência e Tecnologia para nova data a anunciar”.

A Câmara de Ponte de Lima garantiu ter feito “tudo” o que estava ao seu alcance para “assegurar as condições necessárias à realização do evento, mas face aos desenvolvimentos não restava outra opção que não a de adiar o evento”.

A epidemia de Covid-19 foi detetada em dezembro, na China, e já provocou mais de 3.800 mortos. Cerca de 110 mil pessoas foram infetadas em mais de uma centena de países, e mais de 62 mil recuperaram.

Portugal regista 30 casos confirmados de infeção, segundo o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde (DGS), divulgado no domingo.

Todos os infetados, 18 homens e 12 mulheres, estão hospitalizados.

A DGS comunicou também que 447 pessoas estão sob vigilância por contactos com infetados.

Populares