Seguir o O MINHO

País

Costa salienta que Portugal regista o maior crescimento e a inflação mais baixa

Economia

em

Foto: DR / Arquivo

O primeiro-ministro salientou hoje que Portugal é o Estado-membro da União Europeia que regista maior um crescimento económico e que apresenta a mais baixa inflação, mas advertiu que a alta de preços é a principal ameaça.

António Costa assumiu esta posição no final de uma reunião do Conselho Superior de Segurança Interna, no Palácio da Ajuda, em Lisboa, depois de confrontado com as previsões macroeconómicas da primavera da Comissão Europeia.

A Comissão Europeia reviu em alta de 0,3 pontos percentuais (p.p.) o crescimento económico esperado para Portugal este ano, para 5,8%, mas também a taxa de inflação do país, passando para 4,4% em 2022.

“Estamos perante boas notícias para Portugal. As previsões da Comissão Europeia costumam ser mais conservadoras do que as do Governo, mas, neste caso, não são. De facto, é um bom sinal de que estamos a crescer de forma sustentada e que o desemprego também está a baixar de forma sustentada”, declarou o líder do executivo.

O primeiro-ministro frisou que Portugal é neste momento “o país da União Europeia que está a crescer mais e onde a inflação, felizmente, está mais baixa”.

“Temos de continuar a trabalhar para controlar a inflação, que é a grande ameaça que temos pela frente, para valorizar o emprego e incentivar esta dinâmica de crescimento”, acrescentou.

EM FOCO

Populares