Costa responde ao PSD dizendo “não houve truque, ilusão ou corte” nas pensões

Política
Foto: DR / Arquivo

O primeiro-ministro respondeu hoje às críticas antes feitas pelo PSD sobre o aumento intercalar das pensões em outubro passado, contrapondo que o seu Governo cumpre a Lei de Bases da Segurança Social e não iludiu os pensionistas.

Esta posição foi transmitida por António Costa no final de uma reunião extraordinária do Conselho de Ministros e que se destinou a rever o conjunto de medidas de apoio às famílias na sequência de indicadores que apontam para uma melhoria da economia portuguesa em 2023 face a anteriores previsões.

Depois de ter anunciado que, a partir de julho, os pensionistas vão ter um aumento de 3,57% nas suas pensões, já no período de resposta a questões colocadas pelos jornalistas, o líder do executivo atacou a oposição, sobretudo o PSD.

“Não esqueci o que foi dito, mas agora prova-se que não houve truques, ilusões ou cortes nos rendimentos dos pensionistas. Ao contrário do que o PSD disse, nem em 2023 nem em 2024 haverá pensionistas com quebra de rendimentos face à inflação e a lei de atualização das pensões é cumprida pelo Governo”, sustentou.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

De Caminha ao Algarve, este jovem vai percorrer a costa portuguesa em 13 dias para ajudar o IPO do Porto

Próximo Artigo

Primeiros défices do sistema previdencial adiados para 2033

Artigos Relacionados
x