Costa felicita Pedro Nuno Santos

Foto: PS / Arquivo

O líder cessante dos socialistas e primeiro-ministro, António Costa, felicitou Pedro Nuno Santos pela sua vitória nas eleições para o cargo de secretário-geral do PS, que se realizaram sexta-feira e hoje, desejando-lhe “as maiores felicidades”.

 “Nesta hora de passagem de testemunho, felicito o nosso camarada Pedro Nuno Santos, a quem desejo as maiores felicidades pessoais e politicas”, escreveu António Costa, numa mensagem que enviou a todos os militantes deste partido.

Na corrida à sucessão de António Costa no cargo de secretário-geral do PS, Pedro Nuno Santos, deputado e ex-ministro das Infraestruturas e da Habitação, teve como adversários o ministro da Administração Interna, José Luís Carneiro, e o dirigente socialista Daniel Adrião. 

Depois, nesta mesma mensagem, António Costa referiu-se ao período em que liderou o PS.

“Quero agradecer, do fundo do coração, a todos os militantes, a enorme honra de ter sido secretário-geral do PS e o apoio que sempre me deram, ao longo destes nove anos”, acrescentou.

O PS tem aproximadamente 80 mil filiados, dos quais cerca de 60 mil tinham direito a votar nestas eleições diretas, por estarem inscritos há pelo menos seis meses e com quotas em dia.

Este processo eleitoral no PS foi aberto com a demissão de António Costa das funções de primeiro-ministro, em 07 de novembro, após ter sido tornado público que era alvo de um inquérito judicial instaurado pelo Ministério Público no Supremo Tribunal de Justiça a partir da Operação Influencer.

António Costa foi pela primeira vez eleito secretário-geral do PS em 22 de novembro de 2014, dois meses depois de ter vencido primárias para candidato do partido ao cargo de primeiro-ministro, abertas a não militantes, que disputou com o então líder António José Seguro, em setembro desse ano. É primeiro-ministro desde 26 de novembro de 2015.

Além do novo líder do partido, os militantes socialistas votaram para eleger 1.400 delegados ao Congresso Nacional do PS, que se reunirá entre 05 e 07 de janeiro, na Feira Internacional de Lisboa – aos quais aos se juntam 1.100 delegados por inerência.

Na sexta-feira, votaram os militantes da Federação da Área Urbana de Lisboa (FAUL) e os das federações distritais de Aveiro, Bragança, Castelo Branco, Évora, Guarda, Leiria, Portalegre, Oeste, Setúbal, Viana do Castelo e Vila Real.

Hoje houve eleições nas federações do Algarve, do Baixo Alentejo, de Braga, Coimbra, Porto, Santarém, Viseu, dos Açores e da Madeira.

O PS comunicou que os primeiros resultados eleitorais oficiais serão divulgados pelas 23:30, na sede nacional, pelo presidente da Comissão Organizadora do Congresso (COC), Pedro do Carmo.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

Pedro Nuno Santos é o novo secretário-geral do PS

Próximo Artigo

"Não contam com o PCP para alimentar as ilusões do PS", diz Paulo Raimundo

Artigos Relacionados
x