Seguir o O MINHO

País

Costa “envergonhado” com “especulação” de uma TV e pede respeito por quem adoece

Política

em

Foto: DR / Arquivo

O primeiro-ministro afirmou-se hoje envergonhado com a especulação que disse ter sido feita por uma televisão sobre as razões da substituição da secretária de Estado da Igualdade e Migrações e pediu respeito por quem adoece.

António Costa falava aos jornalistas no Palácio de Belém, pouco depois de terminada a cerimónia de posse de Isabel Rodrigues no cargo de secretária de Estado da Igualdade e das Migrações, em substituição de Sara Guerreiro, que pediu a demissão do executivo por motivo de saúde.

“Senti-me envergonhado com o que ouvi, em especial numa certa televisão, horas infindáveis a especular”, declarou o líder do executivo.

Segundo António Costa, “o mínimo que se pede em momentos difíceis na vida das pessoas, dolorosos na vida das pessoas, é que haja respeito, porque um dia acontece a um membro do Governo, outro dia pode acontecer a qualquer um”.

“O que se exige é respeito”, reforçou o primeiro-ministro.

Nas suas primeiras palavras perante os jornalistas, António Costa deixou uma advertência: “Não é por serem membros do Governo que as pessoas deixam de ser seres humanos”.

“Como todos os seres humanos correm o risco de terem problemas na sua vida pessoal e terem problemas de saúde”, acrescentou.

Populares