Seguir o O MINHO

Ponte de Lima

Corrupção, favorecimento e assédio sexual em IPSS de Ponte de Lima, acusam funcionárias

em

Casa de Caridade de Nossa Senhora da Conceição em Ponte de Lima. Foto: DR

Um grupo de funcionárias da Casa de Caridade Nossa Senhora da Conceição, uma IPSS em Ponte de Lima, deu entrada no Ministério Público em um processo contra a Instituição, soube O MINHO. As fontes, que preferem o anonimato, acusam alguns membros da direcção de corrupção, favorecimento a familiares e assédio sexual.

As funcionárias, afastadas alegadamente por serem “um perigo iminente à instituição”, dizem estar na posse de documentos que mostram vendas ilícitas de terrenos, com dados ilícitos e parte do valor a ser passado “por baixo da mesa”.

Dizem ainda ter provas de que serviços, como fornecimento de frutas e legumes, manutenção da parte mecânica das viaturas de instituição, venda de produtos de higiene e até seguros são todos feitos por familiares de membros da direcção.

Os processos sobre as funcionárias já estão em averiguação e foram entregues à Judiciária.

“Começamos isto [as denúncias] a partir de setembro”, explicam. “Toda a gente sabe, mas ninguém é capaz de dar a cara”, dizem as funcionárias, que falam em “assédio sexual”, relatando casos de assédio nos postos de trabalho pelo próprio presidente, “ao tentar levar para sítios mais resguardados”.

“Sabemos que há mais funcionárias nessas circunstâncias, mas que não vão falar por medo de represálias. E ele nega, diz que é tudo mentira”, diz a fonte.

“O que deveria acontecer é eles serem afastados da instituição, devolver aquilo que, hipoteticamente, possam ter desviado. São bens da instituição. E terem que pagar o preço deles por sete anos de represálias, e aos próprios utentes”, reclamam.

Quem deu seguimento ao processo foi Pedro Saraiva. O presidente da Assembleia Geral recebeu uma carta e definiu quais seriam os próximos passos.

“Eu teria que fazer uma de duas coisas: convocar uma assembleia para debater esse assunto, ou efetivamente participar os fatos que constavam ao Ministério Público. Entendi que era mais oportuno apresentar a carta ao Ministério Público”, explicou ao O MINHO.

“Está agora a correr o processo referido. Se forem constituídos arguidos, tomarei posição enquanto presidente da Assembleia Geral”, acrescenta.

Segundo as funcionárias que fazem as acusações, há ainda falta de condições aos utentes, caldeiras enferrujadas, em mau estado, cortes na alimentação, cortes de regalias, como passeios.

Casa de Caridade de Nossa Senhora da Conceição. Foto: DR

Estão na casa por volta de 75 utentes internos, além do apoio domiciliário, que são cerca de outros 50. Para além da instituição de Refóios do Lima, um outro núcleo, que terá por volta de 45 utentes, e o apoio domiciliário, que tem pouco mais de 15.

“Eu acho que para o bem dessa instituição, as notificações e a instalação de inquérito já deveriam ter corrido. O prazo faz toda a diferença. A instituição está acima de tudo. E nesse sentido, eu apelo para que a justiça seja rápida, e virá a acontecer nos prazos que é humanamente possível”, concluiu Pedro Saraiva.

Contactado pelo O MINHO, o presidente da direção, Aníbal Varela, disse que “a Justiça serve para clarificar estas questões” e logo se irá apurar a verdade dos factos, “com toda a naturalidade”.

Anúncio

Alto Minho

Carnaval sai à rua em Ponte de Lima no dia 21

Cortejo das escolas

em

Foto: DR / Arquivo

Os Agrupamentos de Escolas de Ponte de Lima, com o apoio do Municipio de Ponte de Lima estão a preparar mais uma edição do tradicional Cortejo de Carnaval.

“Animação, ritmo e boa disposição não vão faltar”, garante a autarquia, num trajeto que privilegia a passagem pelo centro histórico da vila.

A saída está prevista para as 10:00 junto ao Jardim de Infância de Ponte de Lima, seguindo pela rua Dr. Luís Gonzaga; Avenida António Feijó; Praça da República; Largo de Camões; Passeio 25 de Abril; Largo Dr. António de Magalhães; rua General Norton de Matos; rua Dr. Ferreira Carmo, regressando ao Jardim de Infância de Ponte de Lima.

À semelhança dos anos anteriores, prevê-se a participação de dezenas de crianças mascaradas, ao gosto, ou em grupos, onde todos interpretaram as mais diversas personagens, vivendo a magia do Carnaval.

Continuar a ler

Alto Minho

Quatro feridos em colisão em Ponte de Lima

Na rotunda dos Corvos, em Anais

em

Foto: V. Carlos / Via Ocorrências no Norte (Facebook)

Uma colisão rodoviária entre duas viaturas ligeiras, na rotunda dos Corvos, em Anais, concelho de Ponte de Lima, provocou, esta segunda-feira à noite, quatro feridos, “todos ligeiros”, disse a O MINHO fonte dos bombeiros.

Segundo a fonte, as vítimas, cujas idades ainda não foi possível apurar, foram transportadas para o Hospital de Braga.

Foto: V. Carlos / via Ocorrências no Norte (Facebook)

Para o local foram mobilizados 12 operacionais, depois do alerta ter sido recebido, cerca das 21:31.

A GNR de Freixo tomou conta da ocorrência.

(em atualização) 

Continuar a ler

Alto Minho

Foi há 25 anos que Ponte de Lima foi pioneira no Minho ao criar serviço de Reumatologia

25.º aniversário

em

Foto: DR / Arquivo

O Serviço de Reumatologia de Ponte de Lima assinala, durante este mês de fevereiro, os 25 anos da sua fundação, foi hoje anunciado.

Fundado a 01 de fevereiro de 1995 pelo médico João Pimenta, que criou as condições legais para implantar uma unidade de saúde vocacionada para os problemas da população idosa com dificuldades de locomoção. Para além da reumatologia, idealizou ainda os serviços de fisiatria e geriatria.

Até então, a especialidade de reumatologia existia apenas no Hospital de S. João, no Porto, instituição que formou aqueles que haveriam de ser os médicos pioneiros na descentralização deste serviço, Domingos Araújo e Maria do Carmo Afonso.

Em 1996 e 1998 juntaram-se ao serviço os médicos Lúcia Costa e Sérgio Alcino que, em conjunto com os fundadores, constituíram a espinha dorsal do serviço, sedimentando a especialidade em Ponte de Lima e expandindo-a para concelhos limítrofes.

Ao longo destes 25 anos, foram já formados nesta unidade nove médicos especialistas em reumatologia, três dos quais a fazer parte integrante dos quadros daquela unidade (José António Costa, Filipa Teixeira e Daniela Peixoto). Atualmente, o serviço tem cinco internos em formação específica de reumatologia.

Em comunicado enviado a O MINHO, o serviço de reumatologia da ULSAM congratula-se “com a possibilidade” de crescimento “ao longo dos anos”, que permitiu “continuar a prestar cuidados médicos nesta área da medicina que é, muitas vezes, erroneamente subvalorizada”.

A reumatologia é a especialidade médica que tem por objetivo o tratamento médico e a prevenção de múltiplas patologias que envolvem o sistema músculo-esquelético. Engloba doenças sistémicas inflamatórias crónicas e diversas afeções articulares e músculo-esqueléticas de causa não traumática.

No seu conjunto, as doenças reumáticas representam o grupo de patologias mais frequentes nos países desenvolvidos e constituem um dos principais motivos de consulta médica nos cuidados primários, sendo a principal causa de absentismo, de invalidez e de reforma antecipada.

Continuar a ler

Populares