Seguir o O MINHO

Ave

Construtora de Guimarães ganha cinco concursos em África

em

A empresa RC Construções, com sede em Guimarães, anunciou ter vencido cinco concursos internacionais, em dois países africanos, o Mali e o Senegal, num total de obras que ascende aos 50 milhões.

Em comunicado, a empresa liderada por Pedro Dias Ferreira, revela que estas obras correspondem a três projetos hidroagrícolas, a um projeto de adubação e distribuição de água e a um projeto de saneamento básico.

Segundo avança o Dinheiro Vivo, suplemento económico do Jornal de Notícias (JN), na calha pode estar ainda uma sexta obra, no Burkina Faso, outro projeto hidroagrícola.

A construtora responsável pela construção, entre outras, do Instituto Politécnico do Cávado e Ave (IPCA), Espaço Guimarães, Arrábida Shopping, Europarque de Santa Maria da Feira e os centros comerciais Dolce Vita Douro e Ovar, constitui-se a partir de uma sociedade fundada em 1979 “que se dedica à execução de todo o tipo de infraestruturas, no âmbito da engenharia civil e obras públicas, com especial enfoque nos sectores da água e do ambiente, no urbanismo, vias de comunicação e arranjos exteriores, bem como na reabilitação urbana e hidroagrícola”, conforme pode ler-se no site do grupo, em rodriguesmachado.com.

Atentos à realidade destes sectores, a empresa iniciou o processo de internacionalização em 2004, com uma obra no Senegal, estando implantada na África francófona desde 2006.

A RC Construções “orgulha-se de fazer parte do universo de empresas que recusam fronteiras artificiais, honrando, em simultâneo, o nome de Portugal, que sempre transporta, e respeitando os interesses dos países onde trabalha, ao desenvolver, com o melro da arte da construção, projetos que contribuem para o desenvolvimento sustentado desses países”, afirma.

 

Populares