Seguir o O MINHO

Ave

Construtor civil de Fafe condenado a prisão efetiva por ameaçar de morte PJ

em

Foto: Nuno Cerqueira

Um construtor civil do concelho de Fafe foi condenado a um ano e oito meses de prisão efetiva por ter, alegadamente, ameaçado de morte inspetor da Polícia Judiciária (PJ).

Segundo o processo, Armando Fonseca, terá telefonado duas vezes para a PJ de Braga e tom ameaçador dando conta, inclusive, de que haveria matar o investigador de um processo pelo qual estava a ser investigado.

Esse processo estava relacionado com um disparo de tiro de caçadeira, sobre um serralheiro, atingindo-o de raspão, em Quinchães, freguesia do concelho de Fafe.

Haveria a ser condenado a seis anos de prisão efetiva e que cumpre na prisão de Caxias.

As ameaças ao inspetor da PJ chegaram a julgamento, sendo agora condenado por “ameaça agravada” e “difamação”.

Populares