Seguir o O MINHO

Aqui Perto

Consternação pelo desaparecimento precoce de jovem em acidente na Póvoa de Varzim

Óbito

em

Miguel Amorim, de 25 anos, perdeu a vida quando o BMW de cor branca que conduzia na Estrada Nacional 206, sentido Póvoa de Varzim-Famalicão, colidiu com uma viatura de passageiros, ao final da tarde de sexta-feira, junto ao Hospital do Bonfim.

O jovem, que trabalhava no restaurante O Mestre, na emblemática Praça José Régio, em Vila do Conde, de onde era natural e residente, sofreu vários traumatismos com o choque, acabando por ficar encarcerado dentro da viatura, após a colisão frontal.

Depois de os Bombeiros de Vila do Conde conseguirem desencarcerar a vítima, as equipas médicas da VMER de Famalicão e de Matosinhos, com apoio da ambulância de Suporte Imediato de Vida de Vila do Conde, ainda tentaram reverter a situação de paragem cardiorrespiratória, mas o óbito foi declarado no local.

Foto: A Voz da Póvoa

Os trabalhos foram muito demorados, levando ao corte daquela estrada ao longo de mais de duas horas, com o alerta a ter sido dado pelas 18:53 horas. O condutor da carrinha sofreu ferimentos ligeiros e foi transportado para o Hospital da Póvoa de Varzim. O corpo de Miguel foi retirado para o gabinete médico-legal do Porto.

Nas redes sociais, vários elementos do staff do restaurante partilharam mensagens de despedida e de homenagem a um jovem “trabalhador” e que “passou pelas nossas vidas deixando uma marca”.  “A vida muita vezes é injusta ,ela nos dá um presente e logo depois vem e o tira”, escreve uma das colegas de trabalho e amiga do jovem.

Miguel Amorim tinha 25 anos. Foto: DR

Também familiares e amigos de Vila do Conde manifestaram pesar e incredulidade perante a tragédia do desaparecimento precoce do antigo aluno da Escola Profissional de Vila do Conde e da Escola Secundária Rocha Peixoto, na Póvoa de Varzim.

Ainda não foi anunciada a data para as cerimónias fúnebres.

Populares