Seguir o O MINHO

Futebol

“Conseguir fazer o que fizemos aqui hoje não é fácil”

João Henriques

em

Declarações após o jogo Sporting – Moreirense (1-0) da nona jornada da I Liga portuguesa de futebol:

João Henriques (Treinador do Moreirense): “A frustração dos jogadores e equipa técnica é enorme. Podíamos ter levado daqui mais do que aquilo que levamos. Criámos dificuldades ao Sporting e sofremos um golo num lance que tínhamos preparado minuciosamente para não sofrermos. Não virámos a cara à luta. Conseguir fazer o que fizemos aqui hoje não é fácil. Conseguimos ter bola, sair com critério e ter o jogo espalhado por todo o campo.

A equipa está cada vez mais sólida. Estes sete pontos não são reveladores da prestação da equipa. Isso deixa-nos tristes e frustrados. Mais uma vez num jogo que poderíamos ter levado mais [pontos] não conseguimos.

Defrontamos o campeão nacional, que vinha de um bom resultado na Liga dos Campeões. A equipa de arbitragem não esteve à altura daquilo que foi o jogo.

Somos uma equipa que tem feito golos em praticamente todos os jogos. Só não fizemos aqui e no Dragão. Somos uma equipa que tem criado situações para finalizar, mas no detalhe temos sofrido alguns golos que não são bons para nós. Sete pontos é mau, porque merecíamos mais, mas tendo em conta os adversários que já defrontámos esta época [Benfica, Sporting de Braga, FC Porto e Sporting]. Apanhámos isto tudo no início.

Antes de chegarmos aqui, nos últimos seis jogos só tínhamos perdido no Estádio do Dragão. Hoje passámos com distinção, apenas faltaram mais pontos.

Rodrigo Conceição chega ao Moreirense a cumprir castigo da época anterior, depois é expulso injustamente nos Açores. Temos jogadores muito jovens, com bom rendimento. Não tenho dúvida nenhuma com a sequência de jogos ele vai crescer. Hoje, mais uma vez, também os laterais fizeram um jogo tremendo”.

Rúben Amorim (Treinador do Sporting): “Gostei do trabalho da equipa. Fisicamente não se notou, mas a concentração da equipa esteve bem. Sabíamos das dificuldades que o Moreirense nos iria criar. Podíamos ter marcado logo com o Paulinho, mas também podíamos ter sofrido um golo, com uma boa defesa do Adan. Depois marcámos. Foi uma vitória justa.

Na nossa caminhada temos tido um apoio muito forte dos adeptos. Muito mérito aos jogadores por terem conseguido trazer os adeptos ao estádio. Sabemos que haverá momentos em que este apoio se poderá virar um pouco ao contrário, mas eles estão preparados para isso.

Não foi o presidente que ganhou dentro ou fora do campo. Foi o Sporting. Hoje ganharam todos entro do campo, quer tenham votado a favor ou tenham votado contra. Ainda bem que isso acontece, porque isto é uma democracia.

O golo de Coates, de canto, é fruto do trabalho dos jogadores. É mais um momento do jogo que é bem trabalhado. Para além de Coates saltar bem é também mérito dele.

O apoio do público é bom para o Paulinho. A irritação dele, a forma como ele trabalha, vai continuar a acontecer. É voltar a treinar e acreditar muito no processo.

Vamos olhar mais para o caminho do que para a meta. A grande conquista destes jogadores é a mentalidade de ganhar. Seja uma bola parada ou um contra-ataque. É importante manter isso. Da mesma forma que não pensámos nisso na época passada e não vamos pensar nisso agora. Todos têm de estar preparados para um jogo muito difícil com o Famalicão [Taça da Liga], que hoje venceu o Santa Clara (2-0)”.

Populares