Seguir o O MINHO

Alto Minho

Conhecido empresário e benemérito de Cerveira morre em Nova Jérsia

Óbito

em

João Loureiro, conhecido empresário natural de Vila Nova de Cerveira, morreu na quinta-feira, em Nova Jérsia, nos Estados Unidos da América.


Fundador do restaurante Ibéria, um dos mais conhecidos por entre a comunidade portuguesa local, estava internado em estado crítico no Hospital de Saint Barnabas, onde acabou por falecer. Segundo o Correio da Manhã, terá morrido de infeção de covid-19, mas O MINHO, após contacto com pessoas que lhe eram próximas, não conseguiu confirmar que estaria infetado.

Foi, ao longo das últimas décadas, um dos principais beneméritos dos Bombeiros de Vila Nova de Cerveira, para além de apoiar outras instituições locais da região do Minho.

Era frequente João Loureiro organizar festas por entre a comunidade portuguesa de Nova Jérsia para angariar receitas para as instituições do distrito de Viana do Castelo.

“Todos recordaram, o homem que soube com o seu trabalho marcar uma página no seio da comunidade portuguesa. Quem não se lembra das festas do parque do Ibéria, quem não se lembra das grandes passagens de ano, quem não se lembra das festas para os seus bombeiros e a sua Cerveira natal. E a todos aqueles que o seu enorme coração ajudou”, escreve o portal LusoAmericano.

Também a Câmara de Vila Nova de Cerveira publicou uma homenagem, referindo-se a João Loureiro como um “cidadão de grande humanismo” e que “deixa um grande legado de bem fazer ao próximo fruto do seu espírito altruísta”.

Segundo avança o Correio da Manhã, o conhecido empresário lutava contra a infeção do novo coronavírus quando terá perdido a vida, informação que ainda não foi confirmada de forma oficial.

Anúncio

Viana do Castelo

Viana tem uma app que ativa recolha de lixo quando recipientes estão cheios

Ambiente

em

Foto: Divulgação / CM Viana do Castelo

A Câmara de Viana do Castelo lançou uma aplicação que permite aos cidadãos a hipótese de avisar os serviços municipais quando um recipiente de lixo se encontra cheio, necessitando de recolha.


A plataforma irá monitorizar e apoiar a gestão de recolha de resíduos não só em ecopontos mas também nos reservatórios instalados nas redes de passadiços da cidade. Em breve, o serviço irá atual sobre toda a Ecovia do Litoral Norte e ainda no centro da cidade.

Foto: Divulgação / CM Viana do Castelo

Foto: Divulgação / CM Viana do Castelo

Durante a época balnear o sistema permitirá também a monitorização partilhada entre munícipes e autarquias dos sanitários e balneários das praias, de forma a que se proceda à limpeza e higienização.

Foto: Divulgação / CM Viana do Castelo

A instalação dos dísticos sinalizadores iniciou-se hoje de manhã na rede de passadiços das praias da Foz do Lima, Cabedelo e Luziamar, e já está em pleno funcionamento.

É esperado que o sistema esteja totalmente instalado em todos os recipientes até ao último trimestre de 2020.

Continuar a ler

Viana do Castelo

Encontrado com vida homem desaparecido desde ontem em Viana

Buscas

em

Foto: DR / Arquivo

Um homem de 87  anos, desaparecido desde sexta-feira, foi este sábado encontrado com vida pelas autoridades, na freguesia de Lanheses, em Viana do Castelo.


Ao que apurou O MINHO, o homem terá desaparecido ontem à tarde na zona de Meadela, na cidade de Viana do Castelo, depois de sair para fazer uma caminhada, motivando um alerta por parte das família.

Ao longo de ontem e desta manhã, a família contactou as autoridades que iniciaram buscas, inicialmente a cargo da PSP. Mais tarde, foram ativados os Bombeiros Sapadores de Viana do Castelo para ajudar na procura do homem.

Esta tarde, cerca das 15:00 horas, o homem terá sido encontrado por um popular na veiga de Vila Mou, encontrando-se neste momento, pelas 16:00, no posto local da GNR de Lanheses.

O homem encontrava-se desorientado e com alguns arranhões. A carteira que tinha no bolso permitiu ao popular identificar o homem para com a GNR.

Encontra-se bem de saúde física, mas desorientado e com um discurso pouco coerente.

Continuar a ler

Alto Minho

Monção vai requalificar 17 quilómetros de rede viária

Obras públicas

em

Foto: DR / Arquivo

A Câmara de Monção vai investir 1,3 milhões de euros a requalificar mais de 17 quilómetros de rede viária municipal, em 12 freguesias, para garantir “uma circulação mais segura e facilitar o acesso às habitações”, informou hoje a autarquia.


“A requalificação destes traçados rodoviários reflete um passo importante para quem reside naquelas áreas do concelho, assegurando-lhes uma circulação mais segura e fluída, assim como melhores condições no acesso às habitações. Pode, também, contribuir para a fixação das pessoas nos seus locais de origem ou para a atração de novos moradores”, afirmou o presidente da câmara, António Barbosa, citado numa nota hoje enviada às redações.

No documento, a autarquia do distrito adiantou que, “neste momento, sete obras públicas na rede viária municipal estão em condições de avançar no terreno”.

“Em conjunto, os investimentos, contratualizados e prontos a iniciar-se representam um valor global próximo de 1,3 milhões de euros, decorrendo em 12 freguesias do território, num total ligeiramente superior a 17 quilómetros de extensão”, sustenta.

As intervenções agora anunciadas têm ainda um objetivo de valorização turística do território, “particularmente, nas zonas de montanha, com espaços verdes e águas refrescantes, cada vez mais procuradas pelos turistas”.

“A melhoria dos acessos poderá levar também à afirmação dos valores naturais, patrimoniais e gastronómicos das freguesias, bem como à valorização das estruturas existentes e à eventual concretização de novos empreendimentos capazes de atrair mais gente”, referiu o município.

Continuar a ler

Populares