Seguir o O MINHO

Alto Minho

Condutor fugiu a operação Stop em Vigo e só foi apanhado em Ponte de Lima

em

A Guardia Civil de Espanha agradeceu hoje o apoio da GNR num caso de fuga de um condutor a uma operação Stop, em Vigo, que terminou, em Ponte de Lima, com a interceção da viatura pela polícia portuguesa.

Notificacoes O Minho

Ative as notificações no canto esquerdo do seu ecrã e receba alertas de notícias de Última Hora.*

* disponível para Google Chrome

Em comunicado, a Guardia Civil espanhola destacou que a “cooperação estreita e permanente” existente entre as duas forças policiais tem contribuído para combater “o sentimento de impunidade que os infratores possam sentir pelo facto de cruzarem a fronteira”.

“Este nível de colaboração é extensivo a todos os âmbitos da atividade policial, seja na fiscalização rodoviária, de consumo de álcool e drogas, entre outros, e cuja eficácia é complementada e reforçada com intercâmbio de informação”, lê-se naquela nota.

O incidente em causa ocorreu no início deste mês, durante uma ação de fiscalização realizada pela Guardia Civil junto à cidade galega de Vigo, e envolveu uma viatura de matrícula portuguesa ocupada por três jovens.

Segundo aquela força policial “após ter desobedecido à ordem de paragem e da tentativa de atropelamento do agente de trânsito, a viatura encetou uma fuga em direção Portugal”.

O caso foi comunicado ao Centro de Cooperação Policial e Aduaneira (CCPA) de Tui-Valença do Minho, tendo sido acionados efetivos das duas forças policiais que viriam a intercetar a viatura em Ponte de Lima.

Contactada, fonte do Comando Territorial da GNR de Viana do Castelo adiantou que o caso ocorreu no passado dia 06 de janeiro, cerca das 08:30, com a interceção da viatura junto ao nó de Paredes de Coura da A3, no sentido norte/sul.

A mesma fonte adiantou que o condutor e os outros dois ocupantes foram identificados por condução perigosa e sob o efeito de álcool, tendo o caso sido reportado à congénere espanhola, responsável pela investigação dos ilícitos cometidos em território espanhol.

Anúncio

Alto Minho

Adega Ponte da Barca regressa ao passado e apresenta novo Vinhão com imagem de naperão

Vinhão 2019

em

Foto: Divulgação

O tradicional naperão que cobria as TV’s e as mesas das casas portuguesas ganhou este sábado uma segunda vida nos rótulos do vinho Adega Ponte da Barca – “Vinhão 2019”, o mais emblemático desta cooperativa que celebra quase 6 décadas e mantém viva a tradição de lançar o seu vinho a tempo dos magustos de S. Martinho.

No passado sábado, 09 de novembro, no Solar do Vinhão em Ponte da Barca, a Adega local lançou o seu vinho mais recente, o Vinhão da colheita de 2019, aproveitando para surpreender os presentes com uma nova imagem arrojada e clássica: um naperão.


“Em pleno S. Martinho, inauguramos a nova coleção com o vinho da casta mais exótica, misteriosa e genuína do mundo: o VINHÃO! Coincide com o regresso da incrível série da RTP 1 “Conta-me como foi”, o que mais parece um apadrinhamento e nos arranca sorrisos”, referiu Luís Pedro, diretor criativo.

José Oliveira, enólogo da empresa, referiu perante mais de uma centena de convidados, entre individualidades, clientes e parceiros de negócio, que “O Adega Ponte da Barca Vinhão 2019 é reconhecido há décadas como uma referência nos tintos da Região dos Vinhos Verdes, sendo que este ano está particularmente extraordinário dada a excelente maturação das uvas.

Uma vinificação cuidada e poucas intervenções na adega levam para a garrafa um vinho genuíno e de enorme carácter, que espelha as condições naturais dos vales dos rios Lima e Vez de onde provêm as uvas dos nossos 1.000 associados.”

Naperons, televisões a preto e branco, três senhoras a fazer crochet e as músicas dos anos 70, fizeram parte de um ambiente único criado para os convidados embarcarem numa viagem no tempo.

Os convidados contaram com algumas surpresas durante o evento, nomeadamente, a prova do primeiro vinho da Adega com a nova imagem da coleção Naperão e a degustação de Trufas de chocolate com o Vinhão, dentro de uma linha de chocolates artesanais que a Adega está a desenvolver com a Sim Chocolates, de Famalicão.

No final do evento a presidente da Fundação AMA, Dora Brandão, agradeceu o facto de a Adega, na sequência do que já tem sido feito noutros eventos, atribuir parte das verbas para o apoio a crianças com problemática das Perturbações do Espectro do Autismo “este é um gesto simples e simbólico que ilustra o sentido de responsabilidade social da empresa”.

Continuar a ler

Alto Minho

Pai Natal volta a chegar de barco a Monção

Programação municipal

em

Foto: Divulgação / CM Monção

O programa de Natal em Monção vai iniciar-se dia 29, pelas 18:00, com a abertura da iluminação natalícia, prolongando-se até 31 de dezembro, com vários momentos culturais, musicais e recreativos alusivos à quadra festiva, informou esta segunda-feira aquela autarquia.

Em comunicado, o município adiantou que aquele programa tem como objetivo “promover o comércio tradicional, incentivando a realização das compras de Natal nos estabelecimentos locais”.

Da programação preparada pela autarquia, destaque para a exposição ao ar livre de “Decorações de Natal”, com participação de 39 instituições/associações/clubes do concelho.

Um mercado de Natal, a chegada do Pai Natal em bicicleta, em mota e de barco, o “Brinde de Natal”, miniconcertos musicais, insufláveis para crianças e a iniciativa “Sabores de Natal”, são outras das iniciativas previstas.

A chegada do Pai Natal, de barco, é apontada para o próximo dia 24, pelas 15:00 horas, ao cais da Lodeira e embarcadouro de Salvaterra de Miño.

Continuar a ler

Viana do Castelo

Radioamadores do Alto Minho reúnem-se em Viana

Simpósio

em

Foto: Divulgação

A Associação de Radioamadores do Alto Minho (ARAM) vai realizar, nos dias 23 e 24, um simpósio sobre comunicações por satélites, que decorrerá em Viana do Castelo, anunciou hoje a organização.

O evento, “denominado TecSat-Po 2019”, prevê a participação de radioamadores de várias regiões do país e de Espanha e tem como objetivo principal divulgar as técnicas que permitem a utilização de satélites para comunicações entre radioamadores”.

A organização “conta com a colaboração da Câmara de Viana do Castelo que, para além de outros apoios, organizará o programa turístico e social, destinado aos acompanhantes dos participantes, e que decorrerá durante o dia de sábado”.

Continuar a ler

EM FOCO

Anúncio

ÚLTIMAS

Vamos Ajudar?

Reportagens da Semana

Populares